O Singapore SportsHub foi premiado pela Institution for Structural Engineers com o título de construção mais incrível do ano. A praça poliesportiva tem uma redoma gigante, que mede 310 metros de comprimento na horizontal e possui duas tampas móveis que podem ser fechadas ou abertas em 20 minutos.

Para você ter uma dimensão do tamanho dessa construção, observe as pessoas em cima das tampas nas fotos a seguir. Elas ficam minúsculas, quase como formiguinhas. Contudo, não foi por sua magnitude que o Singapore SportsHub ganhou o prêmio “Supreme Award for Structural Engineering Excellence” de 2015.

Por dentro

O estádio tem toda uma mecânica impressionante que começa pelas tampas móveis e termina nas arquibancadas, que podem ser recolhidas e expandidas dependendo do evento esportivo que vai acontecer no local.

Há estruturas hidráulicas que controlam todo o anel inferior das arquibancadas, e, recolhendo algumas fileiras da parte de cima, é possível afastar o restante para longe do campo, dando espaço para uma pista de atletismo, por exemplo.

Como Singapura também é um país tropical, foi desenvolvido um sistema de resfriamento bastante interessante para o estádio. Uma rede quilométrica de canos metálicos foi trançada sob as arquibancadas, e, por ela, passa água quase congelada. Em seguida, ventiladores espalham o ar gelado para todo o estádio.

Impre$$ionante

A construção levou 45 meses para ficar pronta e foram necessários 4 mil trabalhadores. Somente a estrutura de aço da redoma pesa 9 toneladas, e a parte móvel ainda é composta de 20 mil LEDs.

Isso forma uma tela gigante sobre o estádio, que pode ser lida/vista tanto de dentro quanto de fora do estádio. O orçamento total utilizado nessa obra foi de US$ 1,3 bilhão (R$ 4,8 bilhões), quase três vezes o valor do Estádio Nacional de Brasília, o mais caro já construído no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: