O deputado federal Romário, um dos responsáveis pela conquista da Copa do Mundo de 1994, utilizou a sua página no Facebook para fazer duras críticas ao governo e à CBF. Após a humilhante derrota por 7x1 para a Alemanha, o ex-jogador pediu que haja uma intervenção política no futebol brasileiro.

“O presidente da entidade [CBF], José Maria Marin, é ladrão de medalha, de energia, de terreno público e apoiador da ditadura. Marco Polo Del Nero, seu atual vice, recentemente foi detido, investigado e indiciado pela Polícia Federal por possíveis crimes contra o sistema financeiro, corrupção e formação de quadrilha. Marin e Del Nero tinham que estar na cadeia! Bando de vagabundos!”, destacou Romário.

O deputado ressaltou ainda que há quatro anos vem alertando o Congresso sobre os problemas na Confederação Brasileira de Futebol, mas não recebeu apoio do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e da presidente Dilma Rousseff para que haja uma intervenção na entidade.

“Em 2012, eu apresentei um pedido de CPI da CBF, baseado em uma série de escândalos envolvendo a entidade, mas o pedido está parado em alguma gaveta de Brasília há dois anos”, revelou. Romário completou ainda afirmando que “ninguém deve questionar a superioridade do futebol alemão”, mas “devemos sentir por ter uma das gestões de futebol mais corruptas do mundo”. A íntegra do post pode ser lida neste link.

Cupons de desconto TecMundo: