(Fonte da imagem: Reprodução/UOL)

O craque Romário, que agora é deputado federal, está prestes a fazer mais um gol de placa, mas dessa vez para os pesquisadores brasileiros. Um projeto de lei apresentado por ele na Câmara dos Deputados prevê a diminuição na burocracia para a importação de materiais destinados à utilização em pesquisa científica e tecnológica.

Um levantamento feito pela UFRJ mostra que, apenas em 2010, 76% dos pesquisadores ouvidos já havia perdido material de pesquisa por conta da retenção na alfândega. Outro número surpreendente é que 99% dos entrevistados destacaram que já tiveram que desistir de uma pesquisa por conta da demora em receber produtos encomendados.

A solução proposta por Romário é a seguinte: os pesquisadores interessados fariam um cadastro no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e, quando precisassem importar material relacionado às suas pesquisas, poderiam fazê-lo sem pagar taxas e sem passar pela burocracia alfandegária.

Para que se torne lei, o projeto precisa ser aprovado na Câmara dos Deputados. Entretanto, ainda não há previsão de colocação do projeto em pauta.

Cupons de desconto TecMundo: