(Fonte da imagem: Reprodução/Foc.us)

Se você tem mais do que 15 anos, provavelmente passou por uma série de evoluções no mundo dos games. Isso vai desde os gráficos, que estão cada dia mais realistas, até os efeitos sonoros, que permitem uma ambientação muito mais completa para que os jogadores realmente façam parte das aventuras em que estão envolvidos. Mas há uma empresa norte-americana que promete ainda mais profundidade nisso.

Trata-se da Foc.us, que criou um headset capaz de emitir correntes elétricas diretamente para a cabeça dos usuários, utilizando conceitos de “Simulação com corrente-direta transcraniana”. Ou seja, estamos falando de um aparelho que possui a função de emitir choques elétricos no crânio — o que, apesar de parecer tentador (não?), pode ser um pouco perigoso para a grande maioria das pessoas.

"O método correto de aplicar choques à cabeça" (Fonte da imagem: Reprodução/Foc.us)

Segundo os desenvolvedores do Foc.us, ele foi criado para deixar o cérebro dos usuários mais rápidos, pois a corrente elétrica é responsável por melhorias no processo de sinapse dos neurônios. É dito ainda que os jogadores apaixonados por games online terão muitas vantagens contra seus adversários, justamente por causa disso.

O sistema é bem controverso e vem levantando algumas dúvidas por parte de consumidores e imprensa internacional. Vale a pena pagar US$ 249 por um aparelho que dá choques na sua cabeça e não é aprovado pela FDA (o órgão responsável pela homologação de alimentos, medicamentos e outros produtos que sejam relacionados à saúde nos Estados Unidos)?

Cupons de desconto TecMundo: