Até 2018, menos de 0,01% dos apps portáteis serão rentáveis

1 min de leitura
Imagem de: Até 2018, menos de 0,01% dos apps portáteis serão rentáveis
Avatar do autor

Atualmente, qualquer pessoa que queira instalar um novo software em seu smartphone pode contar com uma quantidade imensa de opções nas lojas de aplicativos — independente de qual seja o sistema operacional utilizado.

E, se isso já é uma realidade agora, você deve imaginar que com o passar dos anos a situação deve ser ampliada. Pensando nisso, a empresa de análise de mercado Gartner fez um estudo bem interessante.

Eles fizeram um levantamento e chegaram à conclusão de que até 2018, menos de 0,01% dos aplicativos disponíveis deve ser rentável para os desenvolvedores. Ou seja, a cada 10 mil apps disponíveis, vai haver chance para que apenas um deles consiga sucesso comercial e financeiro para os responsáveis. E o motivo para isso é justamente o amplo número de programas disponíveis no mercado.

O instituto ainda prevê que, em 2017, 94,5% dos aplicativos devem ser gratuitos ou freemium, o que sugere que os anúncios internos aos softwares devem ser o grande foco das desenvolvedoras. Mesmo assim, a Gartner afirma que são muito pequenas as chances de um aplicativo fazer com que desenvolvedores independentes fiquem ricos, uma vez que a visibilidade deles continua complicada por conta do vasto volume de opções.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Até 2018, menos de 0,01% dos apps portáteis serão rentáveis