A Apple vai continuar revistando a bolsa de seus empregados, decretou a Justiça Federal dos EUA no último sábado (7). Na decisão, o juiz William Alsup, de San Francisco, rejeitou o processo aberto em junho contra a empresa e deu parecer favorável à política de segurança adotada pela Maçã.

Para o magistrado, o contratempo poderia ser evitado se a companhia proibisse seus funcionários de levar bolsas ou pertences pessoais aos pontos comerciais. “Em vez disso, a Apple deu o benefício opcional aos empregados de trazer esses itens junto da condição de que eles devem ser submetidos a revistas antes de deixarem a loja”, escreveu Alsup.

Pelo menos dois funcionários da companhia já fizeram reclamações pessoais a Tim Cook, CEO da Apple, sobre os constrangimentos enfrentados na hora das revistas. Segundo Lee Shalov, advogado que representa a classe que moveu a ação contra a Apple, seus clientes estão “decepcionados com o resultado” e pretendem explorar opções contra a decisão, incluindo uma possível apelação. 

Nenhum comentário foi feito por Tim Cook ou por qualquer outro canal oficial da Apple.

...

Lojas especializadas na venda de eletrônicos, como celulares, tablets e notebooks, deveriam obrigatoriamente contar com guarda-volumes? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: