O que começou como um acidente triste para uma família norte-americana acabou por se tornar uma estranha briga nos tribunais envolvendo a gigante de Steve Jobs. Tudo começou no dia 24 de dezembro, quando a família Modisette foi vítima de uma colisão de carro, que custou a vida de sua filha, Moriah, de apenas cinco anos.

Como a Apple entra na história? Bem, o fato é que o motorista que atingiu o carro dos Modisette não estava dando qualquer atenção às ruas, mas sim à uma ligação que fazia no Facetime, naquele momento. Logo, a família resolveu processar a Maçã como responsável pelo acidente, justamente porque o app de videochamadas não possui uma função que trava as ligações enquanto você está no carro.

Junto dessa acusação, o processo também aponta que a Apple já possui uma patente preenchida desde 2008 pela companhia, feita exatamente com o objetivo de adicionar essa funcionalidade de trava.

Acima, Moriah Modisette, a vítima do acidente

Como toda essa história deve acabar? Por mais que não seja possível dizer com total certeza, as previsões não são exatamente boas para os pais da jovem garota, visto que, acima de tudo, a culpa do motorista foi de não estar prestando atenção – independente de ser por estar usando o Facetime, navegando no Facebook ou vendo séries no Netflix. Mas vamos ficar atentos para saber o resultado dessa história.

Cupons de desconto TecMundo: