AliExpress já vende Xiaomi Mi5 por US$ 410, mas não entrega no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: AliExpress já vende Xiaomi Mi5 por US$ 410, mas não entrega no Brasil
Avatar do autor

Foi durante a MWC 2016 que a Xiaomi apresentou o novo Mi5, seu novo smartphone top de linha para este ano. O aparelho conta com hardware de alto nível e nisso estão inclusos o processador Qualcomm Snapdragon 820, até 4 GB de memória RAM, tela de 5,15 polegadas com suporte para 3D Touch e até 128 GB de espaço para o armazenamento das informações.

E quem estava ansioso pelo preço que seria cobrado pelo smartphone já não precisa mais esperar. O site de vendas online AliExpress já está distribuindo o smartphone para seus consumidores, sendo que a versão com 32 GB de memória interna poderá ser comprado pelo preço de US$ 410 (R$ 1.597) — sendo que os acessórios de proteção de tela e case de silicone podem encarecer o pacote.

Infelizmente, o Xiaomi Mi5 não está sendo enviado para o mercado brasileiro — o que é bem raro se levarmos em consideração o fato de a loja chinesa não possuir restrições com o Brasil. O AliExpress não explica quais são os motivos para isso, mas é bem provável que o embargo tenha sido realizado pela própria Xiaomi. Será que o Mi5 vai chegar ao Brasil ainda no primeiro semestre deste ano?

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 6.0
  • Tela: 5,15 polegadas com 3D Touch
  • Resolução de tela: 1920x1080 pixels
  • Densidade de pixels: 565 ppi
  • Processador: quad-core Qualcomm Snapdragon 820
  • GPU: Adreno 530
  • RAM: versões com 3 GB* e 4 GB
  • Armazenamento: versões com 32 GB*, 64 GB e 128 GB (expansível)
  • Câmera traseira: 16 megapixels com abertura de f/1.6
  • Câmera frontal: 4 megapixels
  • Bateria: 3.000 mAh com Quick Charge 3.0
  • Dimensões: 14,45 cm (altura) x 6,92 cm (largura)
  • Espessura: 7,25 mm
  • Peso: 129 gramas
  • *Versão disponibilizada no AliExpress

Você está ansioso pela chegada do Xiaomi MI5? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
AliExpress já vende Xiaomi Mi5 por US$ 410, mas não entrega no Brasil