A Microsoft acaba de anunciar os diversos “sabores” que estarão disponíveis para o Windows 10. As edições – Home, Mobile, Pro, Enterprise, Education, Mobile Enterprise e IoT Core – são voltadas para consumidores específicos, desde os usuários domésticos até aqueles corporativos.

Nessa nova leva de nomes, alguns podem não ter reparado, mas um deles foi resgatado das “tumbas” pela Microsoft: o “Mobile”. Muitos nem devem lembrar, mas a empresa já usou esse nome para batizar o sistema operacional móvel que equipava alguns aparelhos anos atrás. Naquela época, Windows Mobile 2003, Windows Mobile 5 e Windows Mobile 6 precederam a chegada do Windows Phone, que veio para substituir a sétima versão.

Diga adeus ao Windows Phone.

Faz mais sentido

A utilização do nome “Mobile” em relação ao “Phone” usado atualmente faz mais sentido. Afinal, o Windows 10 Mobile e Windows 10 Mobile Enterprise não vai equipar apenas smartphones, mas também pequenos tablets. Dessa forma, a empresa se livra de um “problema” que poderia acontecer no futuro com um sistema operacional cujo nome não bate com o dispositivo que o contém.

Ainda não dá para dizer que essa mudança vai ser bem recebida pelos consumidores. É provável que sim, já que poucos devem associar o novo nome a algo negativo. E você, gostou do “retrocesso”? Ou acha que a Microsoft deveria ter inventando um novo nome para o sistema operacional que vai equipar smartphones e tablets?

Cupons de desconto TecMundo: