Segundo um levantamento da consultoria InMobi, desenvolvedores de apps estão ganhando em média muito mais dinheiro com o Windows Mobile do que com o iOS e com o Android. Ainda por cima, a diferença não é pouca. A plataforma da Microsoft estaria rendendo o dobro em relação ao Robô e 50% a mais que o SO da Apple.

É interessante colocar esses números em perspectiva, entretanto, uma vez que a dimensão das lojas é muito diferente. Há muito menos desenvolvedores vendendo apps e itens na Windows Store do que na Google Play e na App Store. Ou seja, a movimentação total de dinheiro é imensamente maior nessas duas últimas. Contudo, parece que está começando uma “corrida do ouro” na loja da Microsoft, com a qual os desenvolvedores pioneiros estão enchendo os bolsos.

Mais grana!

Dos cerca de mil desenvolvedores independentes e corporativos monitorados pela InMobi, apenas 21% desenvolve para Windows. Cinquenta e sete por cento estão engajados com o iOS e 86% com o Android. Em média, desenvolvedores do SO da Microsoft ganharam US$ 11,4 mil por mês em 2015, contra US$ 4,9 mil com o Android e US$ 8,1 mil com o iOS.

Isso realmente é uma surpresa, tanto para nós quanto para a própria consultoria, que explica o acontecido da seguinte maneira:

Sendo que o Windows tem apenas uma pequena base de usuários, a loja de apps não é tão fragmentada quanto a do Android ou do iOS. Consequentemente, a descoberta de apps é mais fácil e a concorrência entre os títulos é bem menor. Assim, desenvolvedores do Windows parecem aproveitar uma maior rentabilidade mensal.

A consultoria ainda comenta em seu relatório que 28% dos desenvolvedores do Windows Mobile esperam que seus negócios na plataforma cresçam nos próximos três anos, e 22% acreditam que ficarão praticamente no mesmo patamar. Dezesseis por cento veem uma queda para o futuro. Confira os detalhes das outras plataformas na tabela.

Vale destacar ainda que a Microsoft tem tornado a migração de apps de outras plataformas para a sua cada vez mais fácil. A ponte para trazer apps do iOS para o Windows, por exemplo, já está em desenvolvimento bem avançado, enquanto a do Android foi cancelada. Fora isso, com o advento dos apps universais e a unificação das lojas da Microsoft, os títulos da plataforma estão recebendo cada vez mais visibilidade.

Por outro lado, a participação no mercado de smartphones do Windows Mobile tem diminuído, provavelmente por causa da falta de novos aparelhos lançados nos últimos meses. Mas será que essa tendência vai se inverter e a plataforma da Microsoft finalmente decolará?

Desenvolver para Windows Phone dá dinheiro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: