(Fonte da imagem: Reprodução/App Store)

O lançamento dos jogos da série Final Fantasy para mobile tem se mostrado um grande sucesso. Entretanto, críticas não faltam aos altos preços praticados pela desenvolvedora: alguns games chegam a custar US$ 15,99 (o equivalente a R$ 40, sem impostos). Para o diretor e produtor Takashi Tokita, o preço, mesmo alto, é justificável.

“A geração atual de gamers, que nasceu próximo ao ano 2000, não teve a oportunidade de se familiarizar com os títulos mais antigos da franquia, lançados para PS One e Super Nintendo”, explicou Tokita em entrevista ao Polygon. “Lançar esses títulos para smartphones e tablets, que muitos jovens possuem, é uma ótima maneira de aproximá-los do legado da série”, destacou.

A coleção de jogos mobile inclui Final Fantasy, Final Fantasy 2, Final Fantasy 3, Final Fantasy 4 e Final Fantasy 4: The After Years. Final Fantasy 5 é o lançamento mais recente e Final Fantasy 6 é o game no qual a desenvolvedora trabalha na portabilidade. Segundo Tokita, os preços praticados são compatíveis com o de qualquer outro jogo lançado em outros sistemas, como a PlayStation Network.

Gráficos melhores na versão mobile

“As versões para a PlayStation Network não são versões com upscale. Elas são basicamente versões migradas de sistemas mais antigos”, explica. “Os novos Final Fantasy que estão sendo lançados para smartphones têm gráficos melhorados e requerem uma boa dose de trabalho para que possam proporcionar a melhor experiência possível para o jogador”, define Tokita.

“No início, recebemos algumas críticas em relação ao preço, mas, depois que os jogadores tiveram acesso aos títulos, muitos voltaram até nós para dizer que o preço era justificável”, finaliza. Em princípio, não se sabe se haverá novos ports após o lançamento de Final Fantasy 6. Segundo Tokita, Final Fantasy 7, Final Fantasy 8 e Final Fantasy 9 vão requerer muito mais trabalho.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: