(Fonte da imagem: Divulgação/LucasFilms)

Quando a Disney adquiriu a LucasFilms, levou junto todo o catálogo de games da LucasArts. Com o anúncio de novos filmes da saga Star Wars, veio também a esperança de que o estúdio de jogos eletrônicos receberia nova vida, já que havia se tornado uma sombra do que um dia foi.

Não demorou muito e o destino da LucasArts foi selado com o fechamento do estúdio e o anúncio de que a Disney trabalharia com um processo de licenciamento de suas marcas. Recentemente, foi anunciado que a empresa firmou um acordo com a Electronic Arts, que produzirá e lançará jogos baseados na saga cinematográfica de George Lucas.

Pensando nas possibilidades que isso pode gerar, nós do Baixaki Jogos resolvemos brincar de Mãe Dinah e imaginar o futuro. Quais seriam os títulos lançados pela EA? Resolvemos levar em consideração alguns estúdios da publisher para bolar algumas ideias. Estão todos prontos?

Star Wars Extreme Racing (ou um jogo frenético de corrida feito pela Criterion Games)

É inegável que a Criterion Games tem feito um trabalho magnífico nos últimos anos. Seja com a série Burnout ou com os últimos capítulos da franquia Need for Speed, o estúdio vem seguindo um caminho de sucesso.

Recentemente, os responsáveis pela Criterion anunciaram que gostariam de trabalhar em coisas novas, diferentes das duas séries de corrida. Tecnicamente, um jogo de velocidade de Star Wars ainda seguiria o mesmo gênero, mas, hoje, somos nós que damos as ordens, e assim nasce Star Wars Extreme Racing.

(Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Se você tem boa memória, deve se recordar de outros títulos de corrida de Star Wars, sendo o mais conhecido Star Wars: Episode 1 - Racer, lançado para Nintendo 64. O jogo trazia competições de podracer, veículo pilotado por Anakin Skywalker em “Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma”, por diversos cenários inóspitos.

Star Wars Extreme Racing poderia trazer todos os veículos (voadores ou terrestres) da saga criada por George Lucas, com a qualidade técnica que só a Criterion pode proporcionar. Imagine algo como Burnout, só que mais frenético e em cenários da série cinematográfica.

A alegria do mobile: Plants vs Gungans

De acordo com o press release divulgado pela Electronic Arts e Disney, o acordo firmado pelas empresas permite a produção de jogos para consoles, PCs e mobile. Isso significa que a PopCap, empresa por trás do monstruoso sucesso Plants vs Zombies, pode entrar na dança. Conhecendo bem a EA, é fácil imaginar que a empresa optaria por uma saída segura, apenas unindo duas franquias bem-sucedidas e partindo para o abraço. Assim, imaginamos a criação de Plants vs Gungans.

Muito mais divertido (Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Saem os zumbis tentando invadir uma casa e entra uma das raças mais odiadas da nova trilogia de Star Wars. Imagine a possibilidade de armar uma estratégia especial para acabar com o nefasto Jar Jar Binks e seus amiguinhos, andando de maneira desengonçada em direção à sua residência. É impossível não querer jogar.

Se o sucesso de PvZ é indicador de alguma coisa, Plants vs Gungans poderia unir o melhor de dois mundos, podendo ser lançado para tablets, smartphones, Facebook e até mesmo consoles (principais ou portáteis). Basicamente, a Electronic Arts pode ficar sentada em uma pilha de (mais) dinheiro sem nem precisar se esforçar.

The Sims 4: Star Wars Edition. É claro

Existem algumas franquias que a Electronic Arts não precisa se esforçar para poder ganhar dinheiro, sendo The Sims uma delas. A empresa lança um jogo principal a cada tantos anos e, entre os lançamentos, enche o mercado com diversas expansões que, obviamente, são compradas pelos seus fãs.

Inicialmente, pensamos que a Maxis poderia produzir um jogo especial de Star Wars, só que é muito mais fácil imaginar uma expansão para o recém-anunciado The Sims 4. Pense nas possibilidades: crie uma casa/fazenda como a do tio Owen e a tia Beru, também conhecida como residência de Luke Skywalker. Talvez, você queira um apartamento na cidade de Bespin, a Cidade das Nuvens.

Mate todo mundo na piscina e vá para o lado negro da Força (Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Se os cenários não são suficientes, que tal ter itens oficiais de Star Wars para você decorar a sua casa. Em vez de comprar uma tabela de basquete, você pode adquirir um centro de treinamento para desenvolver sua conexão com a Força.

Qual seria a chance de você não comprar o Han Solo congelado em carbonita para enfeitar a sua sala de estar? Se a Electronic Arts e a Maxim não fizerem isso, existe algo em desequilíbrio na Força.

Star Wars + Visceral Games + Zumbis = Death Troopers

Em 2009, foi lançado o livro “Death Troopers”, baseado no universo de Star Wars. A obra conta a história de uma nave-prisão chamada Purge, que abriga 500 dos maiores assassinos, ladrões e contrabandistas da galáxia.

Em um local remoto do espaço, a nave se quebra próximo a um Star Destroyer. Tudo parece abandonado e logo a Purge se torna alvo de um grupo que tenta resgatar peças da embarcação. É então que os integrantes dessa nova nave descobrem que quase todas as pessoas da prisão estão mortas, graças a uma epidemia que transforma os infectados em zumbis.

Uma médica, aparentemente imune à doença, descobre que existem dois presos isolados e parte para salvá-los. Seus nomes são Han Solo e Chewbacca. Eles se juntam aos outros e tentam sobreviver aos ataques de mortos-vivos dentro da única nave disponível, o Star Destroyer.

Como vocês podem perceber, essa história — que se passa antes de “Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança” — poderia se tornar um belo jogo de terror. A Electronic Arts tem um estúdio que sabe muito bem fazer um game de survival horror no espaço. Assim nasceria a adaptação de “Death Troopers” feita pela Visceral Games.

Estou jogando dinheiro na minha tela e nada acontece (Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Pense no seguinte cenário: você controla Han Solo, talvez o personagem mais carismático de toda a saga de Star Wars. Coloque ao seu lado o seu eterno companheiro, Chewbacca, em um título que realmente seria feito para ser jogado em co-op.

Junte isso à experiência da Visceral Games com Dead Space. Sim, o terceiro capítulo da série pode ter ficado bem abaixo das expectativas, mas isso não significa que o estúdio não sabe mais como fazer um belo título de survival horror.

É unir uma franquia de sucesso, com a possibilidade de co-op (e mais os extras que a EA certamente enfiaria no jogo para tirar uma grana adicional), dois dos personagens mais conhecidos da ficção e zumbis. Se isso não gerar uma montanha de dinheiro, nada pode gerar.

Nem tudo é alegria

Por mais que lance jogos interessantes, a Electronic Arts continua sendo alvo do ódio de muita gente. A publisher, que um dia foi sinônimo de jogos inovadores e divertidos, parece ter se tornado, aos olhos de muitos jogadores, tudo o que tem de errado na indústria de games.

O que isso significa para o acordo com a Disney sobre os jogos de Star Wars? Muita coisa, já que a empresa pode simplesmente apostar no certo e lançar jogos sem muita imaginação. Isso e enfiar microtransações onde puder.

O verde é para deixar todos cheios de esperança. RÁÁÁ... me desculpem. (Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Nós já falamos sobre esse assunto aqui no Baixaki Jogos (clique aqui para dar uma olhada no artigo), então, por mais que os estúdios da EA consigam fazer jogos incríveis, a chance de eles terem esses "problemas" é enorme.

Mas e o resto?

Você pode estar se perguntando onde estão alguns jogos como Star Wars: Battlefront 3 ou Star Wars: 1313, ainda em produção pela LucasArts antes dela ir para o limbo. O lançamento desses jogos, de alguma forma, é quase uma certeza por parte da Electronic Arts.

É pouco provável que a EA não pegue, por exemplo, Battlefront 3 e o lance finalizado pela DICE. Isso, claro, se não resolver que o jogo é muito similar à série Battlefield e apenas distribua uma expansão para BF 4 em que usará skins e cenários de Star Wars. Não seria algo absurdo de acontecer.

A grande verdade é que a Electronic Arts está com uma galinha dos ovos de ouro nas mãos, podendo ganhar (mais) rios de dinheiro e ter a chance de agradar a um grupo de fãs que consome tudo o que for relacionado a Star Wars. Levando em consideração que novos filmes serão produzidos, a EA parece ter conseguido um das licenças mais quentes do momento. Resta saber se ela vai saber usá-la direito.

E você, o que achou dos títulos que comentamos? Existe outro jogo que a Electronic Arts poderia lançar dentro do acordo com a Disney?

Via BaixakiJogos

Cupons de desconto TecMundo: