Dois vídeos gravados com smartphones chegaram à web há poucos instantes e mostram o momento em que o tiroteio que está acontecendo em Munique, na Alemanha, começou. As autoridades alemãs acreditam que existam pelo menos dois ou três atiradores, o que reforça a probabilidade de que isso se trate de um ataque terrorista. Contudo, isso ainda não foi confirmado.

A mídia local já fala em cerca de 15 mortos e dezenas de pessoas feridas no tiroteio, e a polícia de Munique está emitindo avisos pelo Twitter para que a população não se desloque até o shopping localizado na praça Karlsplatz.

Nos vídeos a seguir, é possível ver um dos atiradores mirando em pedestres que saíam do local, mas não ficou claro se houve alguma vítima nessa ocorrência em específico. No primeiro clipe, a pessoa que estava filmando se escondeu para assegurar a própria vida depois que percebeu a gravidade da situação.

O segundo vídeo mostra uma pessoa com uma arma na mão em cima de um telhado de estacionamento atirando a esmo. As pessoas que filmam dizem em alemão “Eu o ouvi atirar”.

Taxistas da cidade foram avisados através de um sistema de bordo para não pegarem passageiros na região para não ajudarem os atiradores a fugirem, sendo que a polícia já esteja cercando a localidade completamente. A unidade antiterrorismo ainda não foi deslocada para o local, mas, segundo uma rádio alemã, esse pessoal está de prontidão para agir, caso a situação se agrave.

Terror recente

Munique fica no extremo sul da Alemanha, e até agora, não tinha sido reconhecida como um alvo de atentados terroristas. Há poucas semanas, uma cidade francesa chamada Nice sofreu um ataque com dezenas de vítimas, assim como Orlando, nos EUA. Ambos os casos tiveram a autoria reivindicada pelo Estado Islâmico.

Ontem, a Polícia Federal prendeu em 10 estados brasileiros 10 pessoas conectadas ao Estado Islâmico que planejavam um atendado no Rio de Janeiro, durante os Jogos Olímpicos de 2016. O líder do grupo teria sido capturado em Curitiba, e duas pessoas que ainda estão com mandados de prisão pendentes fugiram para o Paraguai. A situação em Munique continua a se desenrolar.

Cupons de desconto TecMundo: