Vida útil e tamanho menores de bateria, para Panay, ainda fazem do Surface um "top". (Fonte da imagem: Microsoft)

Em resposta a um verdadeiro banho de perguntas dado por internautas antenados no site Reddit, Panos Panay, vice-presidente do time desenvolvedor do Surface, disse que o desafio da Microsoft era inserir o máximo de desempenho em “um espaço restrito a 900 gramas”. Assim, “uma bateria menor foi colocada com o objetivo promover e manter a performance do aparelho, conservando a ‘finura’ dele”, afirmou Panay.

Também de acordo com o representante da empresa, foi possível integrar a versão completa do Windows 8 com a terceira geração dos processadores Intel Core i5. “Se uma comparação for feita com o Macbook Air, logo você vai perceber que a relação entre tamanho e vida útil de bateria coloca o Surface no topo do mercado.”

Sobre os 23 GB de memória já ocupados de fábrica, a solução, nas palavras de Panay, é “aumentar a capacidade de armazenamento com cartões microSDXC, conexões via USB 3.0 e o serviço de SkyDrive” (que permite a hospedagem de arquivos através de uma Windows Live ID).

O Surface with Windows 8 Pro, nome oficial do aparelho nos EUA, vai estar disponível para compra neste sábado (09) com preço inicial de US$ 900; o teclado, vendido separadamente, vai sair por, no mínimo, US$ 120.

Cupons de desconto TecMundo: