Depois das ameaças de ataque sofridas pela Sony provenientes do grupo hacker Anonymous, a empresa resolveu retirar o apoio ao SOPA (Stop Online Piracy Act). E ela não foi a única. A Nintendo e a Electronic Arts também retrocederam o apoio ao projeto de lei.

Isso foi constatado depois que os nomes das empresas foram retirados da lista de grupos que apoiam o projeto. Mas mesmo com a perda das três, a Entertainment Software Association, da qual elas fazem parte, continua a dar suporte ao movimento. Além disso, outras três divisões da Sony (Sony/ATV Music Publishing, Sony Music Entertainment e Sony Music Nashville) ainda estão na lista.

Não se sabe se isso é um reflexo direto das ameaças feitas às empresas pelo grupo hacker ou se elas resolveram repensar sua postura em relação à diminuição da liberdade de expressão que será provocada caso o SOPA seja aprovado.

De qualquer maneira, o Anonymous já publicou um tweet alegando voltar atrás na proposta de ataque às companhias. A mensagem dizia “Sony e Nintendo retiraram o suporte ao SOPA depois das ameaças do Anonymous” (original: “Sony and Nintendo drop #SOPA support amid #Anonymous threats bit.ly/uqQwbB #Truce #BattleForInternet”).

Cupons de desconto TecMundo: