Imagem de: Grupo hacker transforma o Nintendo Switch em um tablet rodando Linux

Grupo hacker transforma o Nintendo Switch em um tablet rodando Linux

1 min de leitura
Avatar do autor

A maioria das pessoas quer um Nintendo Switch para poder jogar os exclusivos tão elogiados da empresa japonesa, como The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Super Mario Odyssey. Mas tem gente com outras pretensões para o console híbrido, como transformar o videogame em um tablet rodando uma distribuição do Linux.

Foi o que fez o pessoal do grupo fail0verflow. Há algumas semanas, eles já haviam conseguido explorar uma falha no software para iniciar o sistema operacional. A novidade agora é que é possível rodar uma distribuição completa, com direito a interface KDE Plasma, tela de toque responsiva, sistema de arquivos, teclado virtual e navegador. Veja a demonstração no vídeo abaixo.

Apesar de afirmar que a falha explorada para conseguir tal feito não pode ser corrigida pela Nintendo com uma atualização de software, o grupo não revelou os detalhes do processo para quem quer tentar fazer o mesmo em casa.

O Switch deve continuar a ser explorado como um dos dispositivos favoritos de hackers e desenvolvedores interessados em aplicações homebrew — programas caseiros que não são autorizadas pela fabricante do hardware. Parece ser uma boa época para quem gosta de se divertir procurando falhas no console japonês.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Grupo hacker transforma o Nintendo Switch em um tablet rodando Linux