(Fonte da imagem: Reprodução/ICMS-USP)

Apesar de tentarmos sempre alertar sobre a quase inevitável revolução das máquinas, o mundo caminha a passos largos em direção a uma realidade em que humanos e robôs dividirão tarefas básicas na sociedade, sobretudo no mercado de trabalho. Com a automatização da mão de obra, pode ser que você tenha que disputar seu emprego com um computador.

Para não encarar o triste desemprego no futuro, saiba quais são as profissões que podem ser dominadas por robôs nas próximas décadas.

1. Fazendeiro

Ok, essa não é tão popular aqui no Brasil, mas pode trazer grandes consequências sociais em todo o país. Assim como aconteceu quando as primeiras máquinas começaram a ser usadas no campo, a utilização de robôs em plantações pode dar início a um novo êxodo rural e criar uma nova onda de crescimento populacional nas áreas urbanas.emin

E, antes que você ache que será preciso mais um bom tempo para que isso aconteça, saiba que o Ministério da Agricultura do Japão já começou a testar as máquinas-agricultoras no país, aproveitando a área devastada pelos terremotos do último ano para plantar arroz, soja e alguns tipos de frutas e vegetais.

Com um investimento de US$ 52 milhões — cera de R$ 105 milhões na cotação atual —, o governo japonês desenvolveu tratores e outras máquinas que dispensam o controle humano, funcionando de maneira bem independente.

2. Motorista

Não é preciso ser nenhum vidente para saber que, em poucos anos, motoristas serão substituídos por sistemas de direção inteligentes. Várias empresas já estão trabalhando em pilotos automáticos realmente eficientes e tendo grandes avanços no desenvolvimento dessas tecnologias. A própria Google é uma das maiores entusiastas.

(Fonte da imagem: Reprodução/BMW)

Apesar de o controle feito totalmente por computadores ainda ser algo um tanto quanto utópico, não é difícil imaginar que veículos com trajetos fixos sejam beneficiados por essa nova “força de trabalho”. Por isso, se você pretende seguir carreira como motorista de ônibus, chofer ou até mesmo caminhoneiro, é melhor pensar duas vezes antes de tomar qualquer decisão.

3. Construção civil

A mão de obra robótica já é uma peça-chave dentro da indústria — como na montagem de veículos, por exemplo —, então não seria estranho ver uma evolução do processo e levar as máquinas também para a construção civil. No entanto, nesse caso, seria preciso esperar mais um bom tempo para que a ideia se torne realidade, pois qualquer erro pode custar centenas de vidas humanas.

(Fonte da imagem: Reprodução/Science Daily)

No entanto, a aplicação de robôs no setor já está sendo estudada em diversas aplicações, como vistoria de segurança ou na parte mais pesada, como no carregamento e assentamento de estruturas de concreto. Além disso, a NASA já demonstrou interesse em levar esse tipo de tecnologia para o espaço para a construção de bases.

4. Soldados

É aqui que mora o perigo! Já falamos em outros textos sobre as máquinas bélicas mais perigosas, e o mundo continua insistindo em criar robôs cujo único objetivo é matar. O mais preocupante é que eles já existem e estão em atividade em diversas áreas de combate pelo mundo.