Em tempos de Big Brother Brasil, produtos que prometem ao usuário a possibilidade de espionar os outros sem ser notado acabam se tornando grandes destaques nos sites de compras. Canetas, lanternas, mochilas, chaveiros e até mesmo óculos são alguns dos produtos que incorporaram câmeras e se transformaram em gravadores discretos e eficientes.

O Tecmundo analisou o modelo chinês de óculos-espião Mobile Eyewear Recorder. Com memória interna de 4 GB, o produto conta com câmera de 1,3 megapixels, para fotografia e gravação de vídeo, e MP3 player. Os óculos estão disponíveis para compra em sites internacionais, como o Deal Extreme. Será que vale a pena adquirir um desses?

Aprovado

(Fonte da imagem: Deal Extreme)

Áudio

A qualidade de áudio do Mobile Eyewear Recorder atende às necessidades do usuário. Os fones de ouvido são satisfatórios e, embora não sejam perfeitos anatomicamente, contam com regulagens que permitem melhor ajustá-los à cabeça do ouvinte.

Com memória interna de 4 GB, é possível armazenar arquivos de áudio no formato MP3, transformando os óculos em um MP3 Player. A função é executada perfeitamente, sendo o controle de áudio, localizado na haste esquerda, prático e ergonômico.

Vídeo e fotografia

A função principal dos óculos-espião é a captura de imagens, seja em foto ou vídeo. Das duas maneiras o produto se apresenta de forma eficiente, embora com algumas ressalvas. A captura de fotografias é prática, pois basta pressionar um botão na haste. O único problema fica por conta do próprio botão, que precisa ser pressionado com força para ser ativado.

A captura de vídeo esbarra no mesmo defeito no início da gravação. Contudo, com a câmera em funcionamento, a desvantagem maior reside nos movimentos trêmulos, causados pela movimentação da cabeça do usuário. Com resolução de 1,3 MP, os vídeos são gravados nas dimensões de 640 x 480 pixels, o suficiente dentro da proposta do Mobile Eyewear Recorder.

Reprovado

(Fonte da imagem: Deal Extreme)

Ergonomia

Por se tratar de um produto voltado para espionagem ou captura de imagens de maneira discreta, era de se esperar um par de óculos com um design mais apropriado à sua finalidade. As hastes são grossas e, por si só, já chamam a atenção mais do que o normal.

Os botões de acesso às funções estão localizados na haste esquerda e o funcionamento é pouco intuitivo. O aceite de alguns comandos é indicado por um sinal luminoso situado na parte interna da haste, sendo impossível verificar se o comando foi efetivado ou não.

Lentes

Embora estejamos falando de um par de óculos, as lentes não são o principal item de destaque do produto. E, dessa forma, não ganharam uma atenção especial por parte do fabricante. Construídas em polaroide, elas permitem o bloqueio, segundo informações do manual, dos efeitos nocivos da radiação ultravioleta.

Entretanto, devido à má qualidade ergonômica, em muitos momentos você se sentirá observando movimentos com desfoque, podendo até mesmo se confundir ao balançar rapidamente a cabeça, já que as bordas da lente causam uma sensação demasiada de desnível.

Vale a pena?

O Mobile Eyewear Recorder pode ser encontrado no site Deal Extreme pelo preço médio de US$ 60 + impostos (aproximadamente R$ 100). Comportando quatro funções básicas (óculos, MP3 player, filmadora e câmera fotográfica), o produto não se mostra eficiente como espião, não sendo discreto de forma alguma.

Entretanto, as funções de câmera fotográfica e filmadora podem, em alguns casos, substituir máquinas com resolução básica de captura de imagens. Por estar posicionada nos óculos, a câmera permite um melhor acompanhamento de cenas em movimento, como o voo de um avião ou mesmo uma caminhada.

Já a função de MP3 player funciona como um complemento ao produto. Os fones de ouvido têm um som de boa qualidade, mas o formato pouco anatômico acaba tornando-os incômodos. A lente é outro ponto negativo, não sendo confiável como óculos de sol.

Cupons de desconto TecMundo: