Você é um daqueles viciados em Netflix? Não fecha a aba do YouTube o dia inteiro? Saiba que sua atividade na rede é provavelmente o que mais gera tráfego na internet. De acordo com um levantamento da Sandvine, uma empresa canadense, somente o Netflix é responsável por 34% do tráfego da internet na América do Norte. No total do continente, 64% é consumido por pessoas assistindo a vídeos em streaming. Como na América Latina o Netflix não opera em todos os países, na contagem geral, ele representa apenas 5,09% do consumo da internet fixa.

Por aqui, o líder de geração de tráfego é o YouTube, com 28,94%. Na América do Norte, o serviço da Google é o segundo colocado, com cerca de 13%. É interessante notar que, até aqui, estamos falando somente de internet fixa.

Detalhes do consumo de tráfego na internet fixa na América Latina

No campo mobile, a coisa é bastante diferente. O consumo de vídeo streaming é bem menor e serviços casuais são os maiores consumidores de tráfego. Na América Latina, em redes móveis, o Facebook (18,55%) é quem gera a maior parte do tráfego. É notável ainda a presença do WhatsApp (2,81%) nessa lista, considerando que o consumo de dados por mensagem nesse serviço é baixíssimo. Ou seja, as pessoas simplesmente não desgrudam do app por aqui.

Serviços que mais geram tráfego na internet móvel latino-americana

Você pode conferir o relatório completo da Sadvine aqui e comparar os costumes de consumo de cada região do mundo. Infelizmente, a consultoria não conta o Brasil ou qualquer outro país separadamente, nem mesmo a América do Sul separada do resto do continente, tendo em vista que o consumo de internet por aqui é consideravelmente diferente da América Latina como um todo.

Cupons de desconto TecMundo: