Durante o evento Convergence 2015, da Microsoft, o CEO Satya Nadella deu entrevista e explicou um pouco mais o que ele pensa sobre os dispositivos vestíveis, também conhecidos como wearables.

A Microsoft possui o seu próprio "relógio inteligente", porém, a abordagem é totalmente baseada em gerenciar a saúde do usuário. Chamado de Band, o gadget ajuda a rastrear a frequência cardíaca, os passos, faz contagem de calorias perdidas e calcula a qualidade de sono, segundo a empresa.

"O interessante do Band é que ele realmente é um 'framework' no meu punho. Ele possui sensores de rastreamento, GPS e a habilidade de detectar luz ultravioleta. Existem muitos sensores que são construídos neste gadget que servem para coletar dados, e todos os dados vão para a nuvem", disse Nadella em entrevista.

O CEO ainda afirmou que o mais importante não é o gadget em si: "Dispositivos vêm e vão. A coisa mais interessante nesse tempo é que os dados estão sendo coletados". Isso significa que, para a Microsoft, existe mais relevância em captar dados para construir um ecossistema e planejar outras soluções para o público, em vez de atualizar o hardware de um gadget vestível apenas para "manter a roda girando".

Cupons de desconto TecMundo: