O especialista afirma que área de display ativa real do aparelho, porém, é de 5,15 polegadas

Não faltam rumores sobre o próximo carro-chefe da Apple, o iPhone 8. Com lançamento previsto para o mês de setembro de 2017, o dispositivo é alvo de uma infinidade de especulações, algumas mais certeiras, outras falsas. As mais confiáveis afirmam que o aparelho vai ter uma tela OLED capaz de cobrir quase toda a parte frontal do smartphone e vai usar botões virtuais na parte inferior do visor.

É isso que confirma o analista Ming Chi Kuo, especializado em dispositivos da Apple e que geralmente acerta suas previsões. Segundo ele, essa nova tela vai deixar praticamente nenhum espaço visível do aparelho na parte frontal, dando a ele uma tela de nada menos que 5,8 polegadas, mesmo tendo tamanho similar ao iPhone 7, com visor de apenas 4,7 polegadas.

Maior em menos espaço

A tela do iPhone 8 com 5,8 polegadas deve ter resolução de 1242x2800 pixels. Porém, o especialista afirma que área de display ativa real do aparelho, ou seja, o que vai ser apresentado para os aplicativos como espaço utilizável, é de 5,15 polegadas e teria 1125x2436 pixels de resolução. Isso leva em conta as laterais expandidas, que são parte da tela, mas não exibem conteúdo de fato, e a área inferior de função, onde ficarão os botões de Tela Inicial, Voltar etc.

O iPhone 8, juntamente com mais dois modelos – possivelmente o iPhone 7s e o 7s Plus – devem ser apresentados ao público oficialmente no próximo mês de setembro.