Embora já há algum tempo a Apple tenha ampliado consideravelmente o suporte às diversas variações de suas famílias de celulares no Brasil – permitindo que aparelhos comprados no exterior funcionem corretamente por estas bandas –, sempre é bom ter toda a certeza possível na hora de comprar um novo smartphone da marca, não é? Assim, já teve início a rodada de especulações a respeito de que versões dos recém-anunciados iPhone 7 e iPhone 7 Plus serão homologadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Como cada país ou região trabalha com diferentes frequências de onda para o funcionamento de suas redes 3G e 4G, não é incomum que as fabricantes disponibilizem ao mercado uma série de edições de seus aparelhos mobile, cada um com as suas próprias especificações de conexão móvel. Em alguns locais, por exemplo, a compatibilidade de dispositivos e redes é bem restrita, pedindo por produtos específicos com a tecnologia GSM ou CDMA. Por conta disso, no caso dos novos iPhones, temos três modelos distintos para cada equipamento:

  • iPhone 7 (A1660) e iPhone 7 Plus (A1661): modelos com a tecnologia CDMA. Eles serão vendidos pela Sprint e pela Verizon – além de outras operadoras regionais – nos EUA e também devem chegar a mercados como China, Hong Kong, Porto Rico e Ilhas Virgens.
  • iPhone 7 (A1778) e iPhone 7 Plus (A1784): modelos com a tecnologia GSM. Eles serão vendidos pela AT&T e T-Mobile nos EUA, além de chegar a diversos pontos da Europa e Ásia.
  • iPhone 7 (A1779) e iPhone 7 Plus (A1785): uma segunda leva de modelos com a tecnologia CDMA que serão vendidos exclusivamente no Japão.

Página da empresa detalha as versões dos novos iPhone e as frequências suportadas pelos aparelhos

Todos esses dados podem ser conferidos no próprio site da Apple, em uma seção dedicada a oferecer detalhes de compatibilidades dos smartphones mais recentes da marca. Mesmo que o Brasil não esteja presente na listagem referente às versões 7 e 7 Plus do iPhone – já que ainda não há uma data para o lançamento oficial dos aparelhos por aqui –, o mais provável é que os modelos A1778 e A1784 sejam escolhidos para a aprovação da Anatel, por conta de suas configurações mais globais.

Outro ponto que reforça essa teoria é o fato de, historicamente, os celulares comercializados pela dupla AT&T e T-Mobile acabarem sendo os mesmos itens disponibilizados ao consumidor brasileiro. Mesmo assim, se a sua ideia for aproveitar uma viagem ao exterior para comprar seu novo iPhone, pode ficar tranquilo: todas as variações do iPhone 7 e 7 Plus devem funcionar sem problemas por aqui. Isso porque o nosso 4G trabalha na frequência de 2.600 MHz (Banda 7), que é amplamente suportada pela Empresa da Maçã.