Você já deve ter visto alguns artigos que ensinam os usuários a enviarem a imagem dos computadores para televisores. Esse tipo de prática é frequentemente associado à transmissão de vídeos de alta resolução para telas maiores do que as oferecidas por monitores comuns.

Mas quando os computadores são destinados às centrais de mídia (não sendo utilizados para tais fins, apenas em situações esporádicas), eles podem receber o nome de HTPC (Home Theater Personal Computer). Eles geralmente são conectados a kits de áudio de alto desempenho, possibilitando melhores experiências para todos os usuários.

Definindo um HTPC

Um Home Theater Personal Computer é um computador pessoal, utilizado para experiências multimídia de alta definição. É também uma convergência entre funções de reprodução em uma única máquina, possibilitando transmissão de vídeos, músicas, fotos e jogos em televisores high definition.

(Fonte da imagem: William Hook)

Há muitos HTPCs que podem ser utilizados para assistir a televisão, pois contam com placas de TV (aquelas que permitem a recepção de sinal de emissoras). Também existem exemplares que podem ser utilizados para gravar conteúdo, sendo equipados com placas de captura.

Características

Existe uma série de características que devem estar presentes em um HTPC. Elas são necessárias para que as máquinas não sejam confundidas com computadores comuns que apenas estejam transmitindo imagens para televisores. Vamos conhecer essas características:

Conexão com televisor

Como os HTPCs são destinados às centrais de mídia, é indispensável que as telas utilizadas sejam maiores do que as oferecidas por monitores comuns. Por isso, grande parte dos usuários de HTPCs usam televisores de alta definição para assistir ao conteúdo armazenado nos discos da máquina.

(Fonte da imagem: Alexey Goral)

Redução de ruídos

Ninguém gosta de assistir a filmes com ruídos ao fundo. Por essa razão, os computadores multimídia precisam ter os ruídos controlados por meio da escolha dos componentes de hardware. Isso significa instalação de componentes com menos aquecimento para permitir o uso de coolers de baixa velocidade.

Armazenamento externo

Apesar de alguns HTPCs serem equipados com leitores de Blu-ray, há muitos usuários que optam por mídias digitais. Nesse caso, é necessário que o computador possua capacidade para armazenar muitos arquivos. Como nem sempre é viável deletar conteúdo, recomenda-se a utilização de baias externas para a utilização de HDs mais potentes.

Placa de TV

Toda família quer ver televisão às vezes. Para não precisar trocar os cabos dos aparelhos a cada vez que desejar assistir a algum programa, usuários de HTPCs costumam equipar seus computadores com placas de TV, que recebem o sinal das antenas. Grande parte desses componentes funciona também como placas de captura.

Controle remoto

Já que estamos falando de produtos de última geração (que garantem altíssimas definições e qualidade indiscutível), ficaria até feio dizer que é necessário levantar do sofá para cada nova função. Ainda bem que boa parte dos computadores de mídia é equipada com controle remoto.

(Fonte da imagem: divulgação/Apple)

Kits de áudio

Outra diferenciação entre computadores comuns e HTPCs é o kit de áudio que deve ser instalado. Para uma máquina simples, caixas de som mais modestas dão conta do recado. Mas um Home Theater Personal Computer exige muito mais. Para isso, kits de áudio mais avançados (com pelo menos cinco caixas de som) devem ser instalados na máquina.

Diferenças no design

Por algum tempo, os computadores destinados às atividades multimídia eram criados com cases modificados. Alguns deles possuíam botões de controle de volume, além de outras alterações mais personalizadas. Opções mais modestas contavam com teclados multimídia para o controle dos reprodutores, mas as funções eram as mesmas.

É necessário lembrar também que as máquinas mais antigas precisavam de componentes muito potentes, o que tornava os aparelhos mais caros do que a grande maioria dos computadores. Atualmente, empresas especializadas em personalização de computadores têm feito ótimas opções para os usuários, mas um outro setor vem tomando parte do mercado.

Fonte da imagem: divulgação/Positivo Informática

São os computadores mini, como a nova geração do Mac Mini e o Positivo Mini, que apresentam design discreto e opções multimídia muito interessantes. Ambos os computadores citados acima possuem conexão HDMI para o envio das imagens a televisores de alta definição. 

Softwares de controle

Para controlar as centrais multimídia é necessário que o computador seja equipado com softwares de controle. Por sorte, os principais sistemas operacionais da atualidade já são vendidos com os programas do gênero. Um dos exemplos mais tangíveis é o Windows Media Center, nativo do sistema operacional Windows 7.

Com ele, é possível sintonizar canais de televisão, gravar vídeos obtidos pelas placas de captura, assistir a filmes e ouvir músicas armazenadas no computador. Esse mesmo software permite ainda que os computadores sejam sincronizados com o Xbox 360, console da Microsoft.

Aplicativo para Linux

Para o Mac OS existe o Front Row. Esse software funciona da mesma maneira que o Windows Media Center, mas com algumas modificações visuais. Os fãs do código livre também podem desfrutar das centrais de mídia utilizando softwares como o MythTV ou Mythbuntu (distro criada especialmente para centrais de mídia).

.....

E então, já está pensando em montar um Home Theater Personal Computer para instalar na sua casa? Conte para o Tecmundo o que achou desse conceito de máquinas multimídia e aproveite para dizer se já viu algum HTPC funcionando.

Cupons de desconto TecMundo: