(Fonte da imagem: Reprodução/Info)

Segundo o site Info Brasil, o Ministério do Trabalho e Emprego acaba de anunciar o desenvolvimento de um sistema de fiscalização do FGTS que funcionará totalmente online. Ele vai verificar as dívidas de empresas, solicitando a elas o envio de uma comprovação da quitação da dívida – também por meio eletrônico – caso haja algo errado.

A ideia, com esse sistema, é diminuir os custos do processo com um aumento de eficiência. "Assim, vamos permitir o monitoramento constante dos empregadores, otimizar o número de auditores e aumentar a área geográfica, dificilmente alcançado com os métodos tradicionais", disse Maurício Gasparino, diretor do departamento de Inspeção do Trabalho do Ministério.

O sistema, no entanto, não vai substituir por completo o método comum utilizado atualmente. Caso você não pague as dívidas necessárias dentro dos 30 a 90 dias dados pelo governo, o Ministério do Trabalho pode iniciar uma auditoria nos moldes “normais”.

Por fim, vale notar que o novo sistema de monitoramento já está em funcionamento em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul (os locais onde o projeto foi testado inicialmente). Outras áreas do país, por sua vez, devem começar a receber a novidade com a capacitação das equipes pelos estados.

Cupons de desconto TecMundo: