Se você está ligado nos modelos mais recentes de smartphones que estão chegando (ou já chegaram) no mercado, você deve ter reparado que alguns deles ostentam uma câmera dupla na traseira do aparelho. Já deve ter visto também nas listas de especificações de dispositivos o que é chamado de dual camera, e que isso é colocado como um recurso especial nos celulares.

Existem diversos motivos para um smartphone possuir uma câmera dupla e nós vamos explicar para você agora para que serve e como funciona esse novo sistema para capturar imagens, que alguns já consideram ser o futuro da fotografia digital em mobiles. Diversos modelos, como o LG G5 e o V20, o iPhone 7 Plus, o Huawei P9, o P9 Plus e o Mate 9, o Xiaomi Mi 5s Plus, o HTC One M8, o ASUS Zenfone 3 Zoom e muitos outros, já entraram na onda dessa tecnologia.

Seja qual for a marca do smartphone e o funcionamento exato de sua câmera dupla, ela certamente é capaz de proporcionar uma qualidade especial nas imagens capturadas. Entenda um pouco como as dual cameras funcionam e por que isso pode ser um marco na história dos celulares.

As dual cameras estão por toda parte!

Vantagens por toda parte

Como já mencionamos, existem várias razões para se fazer um smartphone com câmera traseira dupla, mas todas elas buscam uma coisa em comum: melhorar a qualidade das imagens produzidas por meio desses dispositivos. Porém, uma série de obstáculos acaba, às vezes, limitando as tecnologias que podem ser empregadas em uma câmera de celular, como o tamanho do aparelho, o preço de custo e muitos outros fatores.

Com duas câmeras, é possível, além de captar imagens mais nítidas, obter zoom óptico sem criar necessariamente aquela “lombada” na parte traseira do celular

Todo mundo sabe que, por exemplo, é muito difícil que um zoom óptico seja disponibilizado em uma câmera de smartphone, pois não há espaço suficiente para as lentes, a não ser que você aceite carregar um “trambolho” no bolso por aí. Com duas câmeras, é possível, além de captar imagens mais nítidas, obter zoom óptico sem criar necessariamente aquela “lombada” na parte traseira do celular.

É o caso, por exemplo, do LG G5, que, com uma lente tradicional extra no aparelho, permite a aplicação de zoom óptico pela distância lateral entre as duas câmeras. Você vai reparar que elas possuem uma pequena protuberância debaixo delas, mas isso, na verdade, tem a ver com a tecnologia de estabilização e não afeta tanto assim o tamanho do aparelho.

Tecnologia de lentes das dual cameras

Como funciona

Algumas vezes, uma das duas câmeras serve para tirar a foto e a outra para registrar a profundidade da imagem, criando efeitos mais complexos de foco

De maneira generalizada, uma dual camera usa (obviamente) duas câmeras. A primária se parece muito ou é até mesmo idêntica a uma câmera regular de celular, sem nada de muito especial. O segredo está na lente secundária, que tem basicamente duas funções: acrescentar claridade à imagem (capturando a luz melhor do que a primeira lente) e realizar a função de zoom óptico.

Algumas vezes, uma das duas câmeras serve para tirar a foto e a outra para registrar a profundidade da imagem, criando efeitos mais complexos de foco. Resumindo, as vantagens em se ter um smartphone com dual camera são:

  • Maior profundidade de campo nas imagens;
  • Foco mais veloz e mais complexo;
  • Melhor captação de luz nas fotos.

Câmeras do iPhone 7 Plus

Especificidades

Apesar dessa explicação simplificada servir para entendermos o básico de como funciona um smartphone com câmera dupla, algumas marcas as utilizam de uma maneira mais específica, sempre em busca da maior qualidade de imagem possível. É o caso, por exemplo, das dual cameras dos celulares da Huawei: uma das duas câmeras é monocromática, o que permite o registro de fotos mais nítidas e com resolução maior, e o software do dispositivo a “funde” com o retrato colorido.

O HTC One M8 possui suas lentes alinhadas verticalmente, o que dá ao aparelho uma velocidade de foco inigualável. Com ele, é possível tirar fotos normais sequencialmente muito rapidamente

Já o LG G5 possui uma câmera de 16 MP e outra de 8 MP, ambas na traseira do aparelho. A de 16 MP possui um campo de visão de 78 graus e é especializada em capturar imagens com pouca luz. A secundária, de 8 MP, é superampla, com um campo de visão de 135 graus, o maior em câmeras de smartphone.

Diferente da maioria dos celulares com dual camera, o HTC One M8 possui suas lentes alinhadas verticalmente, o que dá ao aparelho uma velocidade de foco inigualável. Com ele, é possível tirar fotos normais sequencialmente muito rapidamente, pois o foco se ajusta da maneira necessária em instantes. Isso também permite criar aquele efeito de desfoque de fundo, chamado bokeh, anteriormente só era possível com câmeras mais avançadas, e não com as mais simples, de celular.

Na vertical: câmeras do HTC One M8 são diferentes das outras

Olhando para o futuro

A tecnologia finalmente chegou a um ponto em que esses novos recursos de fotografia podem ser adicionados a modelos de smartphone sem um custo absurdamente alto. O desenvolvimento de software também permitiu uma grande melhoria na qualidade das imagens, que vai agradar os entusiastas e fotógrafos que usam o celular para registrar seus momentos.

Alguns aparelhos ainda recebem melhorias de qualidade em suas câmeras enquanto você as usa, na forma de atualizações de software

As diversas marcas que já estão adotando as dual cameras em seus modelos utilizam tecnologias diferentes para explorar o que pode ser feito com duas lentes usadas simultaneamente. A maioria delas possui, além de tudo, estabilização óptica para evitar os efeitos de uma mão trêmula na hora do clique. Alguns aparelhos ainda recebem melhorias de qualidade em suas câmeras enquanto você as usa, na forma de atualizações de software que podem ser feitas a qualquer momento.

Tem tecnologia para agradar a todos

O usuário comum, assim como eu e você, que gosta de ter em mãos uma boa câmera para registrar os momentos mais interessantes da vida, deve avaliar como costuma tirar suas fotos e quais desses recursos se encaixam melhor em seu estilo e são mais importantes.

Para uma boa combinação de zoom óptico e digital, destaca-se o iPhone 7 Plus; para uma imagem com campo de visão superamplo, o LG G5; para um melhor bokeh, vale pensar nos aparelhos da HTC e da Huawei, além do iPhone 7 Plus também. Seja qual for a sua preferência, uma coisa é certa: as câmeras duplas são o futuro da fotografia em dispositivos mobile.

Cupons de desconto TecMundo: