A chegada dos drones ao mercado consumidor pode ser recente, mas ela veio com a promessa de muitas mudanças para o futuro da tecnologia. Afinal, a ideia de um aparelho pequeno e relativamente acessível, capaz de voar e carregar objetos de todo o tipo, passou rapidamente a ser aplicada em todo tipo de área.

Nem todas elas, por sua vez, existem para tornar nossa vida melhor. Muitas forçam os limites do que é seguro; outras são bastante engraçadas; algumas, é claro, são simplesmente bizarras, e certos projetos vão apenas fazê-lo se perguntar: “por que se dar ao trabalho de fazer isso?”

Por isso, o TecMundo preparou uma lista que mostra algumas das aplicações mais inusitadas já dadas para esses aparelhos nos últimos tempos. Confira:

1- Animais empalhados voadores

Não, isso não é uma montagem bizarra feita no Photoshop

Perder um bichinho de estimação nunca é uma boa experiência, ainda mais se estamos falando de um que foi membro de sua família por uma década inteira. Então por que não imortalizar as memórias dos bons momentos que você teve com seu animalzinho, empalhando-o e transformando-o em um animal-drone?

A ideia, por mais bizarra que pareça, tomou forma graças a Bart Jansen, que juntou seu finado gato Orville a um drone. O resultado, como você confere no vídeo abaixo, é o “Orvillecopter”, como ele mesmo gosta de chamar, capaz de voar por aí a altas velocidades e deixar muitos fãs de animais indignados em instantes.

Se você achou esse um projeto bizarro, saiba que esse aparentemente é só o começo para Jansen. Ele e seu amigo Arjen Beltman já vêm criando drones-animais há algum tempo, com projetos como uma avestruz voadora, feita em 2013, e um “vacacóptero”, que ainda está em construção.

2- Drone + lança-chamas = Caos

Afinal, o que poderia dar errado ao unir drones, fogo e uma floresta cheia de madeira para ser queimada?

Por mais que os drones sejam uma tecnologia recente a chegar aos consumidores, é importante lembrar que esses aparelhos já vinham sendo usados em operações militares há algum tempo. Logo, não deve ser surpresa para ninguém imaginar que alguém resolveu adicionar armas a um drone – no caso, transformando o equipamento em um lança-chamas voador.

Se a ideia em si já parece arriscada, basta observar o drone em ação para ver que ele é realmente perigoso. No vídeo, feito pelo entusiasta de drones Austin Haughwout, a máquina é mostrada botando fogo em um peru com facilidade, e seu jato é capaz de colocar em chamas mesmo objetos a vários metros de distância. O resultado é igualmente impressionante e assustador.

Achou a ideia absurda? Pois essa nem é a criação mais perigosa feita pelo inventor: anteriormente, ele já havia até mesmo adicionado uma pistola a um de seus drones e usou o equipamento para atirar em alguns alvos. É até difícil acreditar que algo assim não seja um crime.

3- Transporte pessoal

A grande pergunta que fica é: qual é a vantagem de ter um veículo desses no lugar de um helicóptero comum?

Desde que os drones em miniatura surgiram, uma coisa se tornou quase certa: alguém iria querer transformar esses aparelhos em veículos de verdade. E é exatamente isso o que vem acontecendo aos montes por aí.

Exemplos de casos como esses não faltam. Temos desde casos como o Volocopter, que mais lembra um helicóptero que abandonou uma hélice gigante por dezenas de mini-hélices, até motos voadoras que parecem saídas de um filme de ficção científica. E também temos algumas mais simples, como o de uma cadeira rodeada por hélices.

Se você acha que isso é uma febre passageira, aliás, é melhor pensar de novo. Uma vez que temos até mesmo empresas se preparando para oferecer serviços de voo nesses drones gigantes, é provável que essa se torne uma opção aos passeios de helicóptero do futuro.

4- Entregas

Quem diria que pizzas seriam os objetos menos estranhos a serem entregues por um drone...

De todos os itens da lista, esse é o uso mais comum dado para esses veículos. Mas enquanto muitos estão pensando em algo no estilo do serviço de entregas da Amazon, o fato é que as pessoas resolveram usar esses aparelhos para enviar itens um pouco... Diferentes, digamos assim.

Novamente, exemplos não faltam. Temos desde casos mais simples, como de pizzarias, confeitarias e floriculturas que trocaram seus entregadores por quadricópteros, até drones que levam sua roupa recém-saída da lavanderia para casa ou que servem de garçons para servir champagne nas festas. Obviamente, esses veículos já foram utilizados em atividades ilegais, fazendo entregas até mesmo dentro de presídios.

5- “Trapaceando” em Pokémon GO

Sem vontade de andar por aí caçando monstrinhos de Pokémon GO, mas também não quer colocar sua conta em risco usando ferramentas para mentir o posicionamento de seu celular? Não se preocupe, pois alguém já achou uma solução bastante simples para esse dilema: basta juntar seu smartphone a um aparelho como o PokéDrone, que ajuda você a caçar pokémons a distância.

A ideia por trás desse aparelho é extremamente simples. Primeiro, você conecta seu smartphone a um controle especial; depois, é só lançar o minidrone que vem guardado no acessório. O veículo, por sua vez, se conecta à câmera e ao GPS de seu celular, fazendo com que a posição do drone se torne efetivamente a sua. O resto não é segredo: é só achar os pokémons e capturá-los como faria no jogo normalmente.

Antes que você se anime demais com a ideia, é bom avisar que o PokéDrone é apenas um conceito feito pela TRNDLabs, e não há qualquer previsão de disponibilizá-lo oficialmente no mercado. Mas vamos torcer que isso aconteça – afinal, poder mandar um drone para explorar o cenário quando você já cansou de andar atrás de monstrinhos é uma ideia bem atraente.

6- Vai um protetor solar?

Quem é pai (ou mãe) sabe que levar os filhos para a praia é um desafio e tanto, principalmente na hora de passar filtro solar naquelas pestinhas mais apressadas em entrar na água de uma vez. Com isso, a Nívea criou um dos drones mais inusitados de todos os tempos: um drone-gaivota que “defeca” filtro solar.

A ideia, é claro, se trata apenas de mais uma jogada de marketing da empresa. Mas não deixa de ser engraçada (para não dizer “estranha”), graças ao bizarro vídeo em que essa invenção ridícula é apresentada.

7- Drone com motosserra

Se a ideia de adicionar um lança-chamas a um drone não foi suficiente para preocupá-lo, este item com certeza vai dar conta do recado. Basicamente, trata-se de uma criação de um grupo de finlandeses que combina um octacoptero a uma motosserra comum.

Não é preciso muito para perceber o potencial problemático desses aparelhos. Com o sugestivo nome de “Killer Drone”, o veículo é capaz de usar sua arma com considerável precisão, cortando facilmente desde madeira a pedaços sólidos de gelo (e possivelmente uma ou outra mão humana que acabar aparecendo no caminho).

Felizmente, não é hoje que você vai precisar se preocupar com o nosso futuro no caso de uma rebelião das máquinas: embora funcione, o Killer Drone ainda sofre bastante para se manter estável com o enorme peso da arma que ele carrega, indo ao chão com grande facilidade. Mas quem sabe em uma nova iteração ele se torne a arma de destruição que ele sempre devia ser...

8- Cabeleireiro voador

Está aí um exemplo perfeito de uma péssima ideia: juntar um drone com uma série de objetos cortantes, como tesouras e aparadores elétricos, para então usá-los na tarefa de cortar cabelos. Afinal, o que poderia dar errado ao colocar objetos extremamente afiados perto do ponto onde temos uma série de órgãos absurdamente sensíveis usando um aparelho totalmente impreciso?

Bem, basta ver o vídeo logo acima para saber o resultado.

Se você esperava que a história fosse acabar com uma cabeça decepada ou algo igualmente sangrento, saiba que o resultado foi bem mais decepcionante. Basicamente, os equipamentos usados ou eram incapazes de cortar cabelos apenas com seu peso ou eram tão pesados que um drone comum mal conseguia carregá-lo.

Mesmo assim, o simples fato de que há alguém fazendo isso já é suficiente para provar que, no futuro, os cabeleireiros de carne e osso podem dar lugar a robôs voadores. Só eu aposto que vai ter muita gente desistindo de cortar o cabelo quando isso acontecer?

9- Caça-drones

Uma vez que há tantas ideias cada vez malucas surgindo para drones, não deve ser surpresa para ninguém imaginar que existem pessoas pensando em maneiras de impedir que esses aparelhos entrem em áreas que não devem, por exemplo. A solução, por sua vez, surgiu com uma resposta simples: usar fogo contra fogo.

Assim nasceu a tecnologia chamada Robotic Falconry, que consiste em usar drones especialmente equipados para prender e abater outros drones. Seu conceito normalmente é bastante simples: pegue um desses veículos, equipe-o com um lançador de redes e coloque-o para caçar sua presa.

Como é possível ver no vídeo acima, o aparelho de fato se mostra incrivelmente eficiente – mesmo que dependa um bocado da mira de seu piloto. Dito isso, não se surpreenda se equipamentos como esse se mostrarem especialmente comuns nos próximos anos.

10- Corridas

Por último, mas não menos importante, vale notar uma das ideias mais incríveis trazidas pelos drones. Estamos falando, é claro, das corridas com esses veículos, que estão se tornando cada vez maiores e mais comuns.

Para quem nunca viu uma corrida de drones, é só pensar em uma corrida com carrinhos de controle remoto – com a diferença de que esses aparelhos conseguem se deslocar em três dimensões e as pistas são muito mais absurdas. Se você não conseguiu entender mesmo assim, basta ver o vídeo logo acima.

Ficou impressionado? Pois é. Como se ver drones voando a altas velocidades não fosse incrível o suficiente, esse esporte já está ficando realmente grande – ao ponto de, por exemplo, um torneio recente dar uma premiação de 900 mil reais ao vencedor. Ficou com vontade de comprar seu próprio aparelho e começar a praticar? Nós também.

Cupons de desconto TecMundo: