Bart Jansen é um taxidermista e artista holandês com muito tempo livre e imaginação fértil — além de muita vontade de causar polêmicas.

O rapaz virou notícia em 2012 quando o próprio gato faleceu, vítima de um acidente de carro. Para homenagear o bichano, que se chamava Orville Wright, ele empalhou o animal e o transformou no corpo de um drone. Nascia aí o OrvilleCopter e a primeira de muitas críticas sofridas por Jansen em relação à crueldade contra animais.

Em sua defesa, o holandês alega que não pratica nenhum tipo de crime, já que os animais estão todos mortos quando são escolhidos para os procedimentos.

Ele também já criou um drone maior a partir de uma avestruz, fez um quadricóptero com um rato (presente para a criança que era a dona do animal e ficou triste quando ele morreu) e um aeromodelo com um tubarão.

O maluco não para

Os próximos projetos são igualmente ambiciosos. Primeiro, Jensen quer fazer um submarino em miniatura usando o corpo empalhado de um texugo — só que encontra dificuldades para impermeabilizar o bicho e fugir das autoridades, já que a espécie é protegida na Holanda.

Em seguida, o mais ambicioso: um helicóptero na forma de um animal, não necessariamente usando uma carcaça. O bicho escolhido é provavelmente uma vaca, mas a ideia ainda está "em fases iniciais de desenvolvimento" e não foi detalhada pelo artista.

O que você acha dos inventos de Bart Jansen com drones e animais? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: