Imagem de: Huawei lança Nova 5, o 1º com chip intermediário Kirin 810 de 7 nm

Huawei lança Nova 5, o 1º com chip intermediário Kirin 810 de 7 nm

3 min de leitura
Avatar do autor

Embora esteja envolvida na guerra comercial entre Estados Unidos e China e ainda não tenha definido o que exatamente vai acontecer com seu sistema operacional sem a Google, a Huawei segue com seu cronograma de lançamentos.

A gigante anunciou hoje (21) sua nova família derivada do intermediário Nova 5, que vem com o novo processador Kirin 810 na arquitetura 7 nm. Isso garante melhor desempenho geral, com mais velocidade e menor consumo de energia e chama a atenção porque até agora essa litografia fazia parte apenas dos componentes premium.

Nova 5

O dispositivo traz uma tela OLED de 6,39 polegadas e resolução Full HD+ (1080 x 2340), com um notch em forma de gota d’água que traz uma câmera para selfies de 32 MP e abertura f/2.0 e tecnologia quad-pixel, que transforma 4 pixels em 1 para melhorar a definição em condições de pouca luminosidade. O painel conta também com um leitor de digitais sob a tela.

Na traseira, o sensor principal é de 48 MP Sony IMX586, com mais um de 16 MP para ultra grande-angular, um de 2 MP para profundidade e outro de 2 MP para lente macro. Com isso, é possível aproveitar funcionalidades como Modo Super Noturno, Modo Retrato e ações de inteligência artificial para reconhecimento de objetos e limpeza da imagem.

Este modelo é o único dessa leva que traz o Kirin 810 de 7 nm (dois núcleos Cortex A76 a 2.27 GHz e seis núcleos Cortex A55 a 1.8 GHz), com memória RAM de 6 GB e armazenamento interno de 128 GB. A bateria é de 3.500 mAh, com porta de recarga USB-C e entrada para fone de ouvido, além de suporte para microSD. O sistema operacional é o Android 9 Pie com a interface EMUI 9.

Nova 5 Pro

A variante mais poderosa traz o mesmo chipset do P30 e do Mate 20, o Kirin 980. O resto das especificações são basicamente as mesmas, com configurações idênticas para a tela e as câmeras, tanto a frontal quanto as traseiras.

 

A bateria também é a mesma e o que mais diferencia mesmo é o poder de processamento, com 8 GB de RAM e até 256 GB de armazenamento interno.

Nova 5i

Bem, como dá para imaginar, essa é a variante mais simples. Esse celular na verdade é a versão chinesa do P20 Lite lançando na Europa, com uma discreta diferença no conjunto traseiro de câmeras. O processador é o Kirin 710 e a tela LCD tem 6,4 polegadas, com um “buraco” para o sensor de selfies de 24 MP.

Atrás, são quatro sensores: um principal de 24 MP, outro de 16 MP para ultra grande-angular, mais um de 2 MP para profundidade e outro para cálculo de proximidade (Time-of-Flight). A memória RAM é de 6 GB, com armazenamento interno de 128 GB e expansão via microSD. A bateria tem capacidade de 4.000 mAh e o sistema operacional é o Android 9 Pie na interface EMUI 9.

Disponibilidade e preço

O Nova 5 vem nas cores verde (Dillema Forest), roxa (Midsummer Purple) e preta (Bright Black), com pré-vendas a partir do dia 13 de julho e vendas diretas no dia 20 de julho. O preço é US$ 407 (cerca de R$ 1.555 na conversão direta).

Já o Nova 5i tem cores azul (Crush Blue), vermelha (Crush Red) e preta (Midnight Black). A pré-venda começa hoje e as vendas diretas abrem na próxima sexta-feira. São duas alternativas: 6 GB/128 GB a US$ 291 (R$ 1.112) e 8 GB/128 GB a US$ 319 (R$ 1.220).

O Nova 5 Pro tem uma cor a mais, a laranja (Coral Orange) e já tem pré-vendas abertas hoje, com vendas diretas na sexta-feira que vem (28). São três opções: 8 GB/128 GB a US 436 (R$ 1.666), 8 GB/256 GB a US$ 494 (R$ 1.888) e edição especial limitada com fones sem fio a US$ 552 (R$ 2.110).

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Huawei lança Nova 5, o 1º com chip intermediário Kirin 810 de 7 nm