Pesquisadores, liderados por Bruce Spiegelman (Dana-Farber Cancer Institute), encontraram um hormônio natural (batizado como irisina) que pode agir sobre o corpo humano da mesma maneira que os exercícios: queimando calorias, melhorando o processo de produção de insulina e fortalecendo músculos.

Em testes realizados com ratos, os cientistas chegaram à conclusão de que o hormônio pode realmente ser responsável pelo emagrecimento. Em vez de inibir o apetite dos animais, houve apenas a queima de gordura de uma maneira mais rápida do que aconteceria normalmente, sem danos colaterais.

Um endocrinologista da Universidade de Harvard disse ao Technology Review que a descoberta abre um novo leque de informações que podem ser buscadas. Uma das principais vantagens dos estudos pode estar em uma melhor compreensão da relação entre exercícios, peso e diabetes.

Caso os testes continuem apresentando bons resultados nos ratos, talvez em breve sejam realizados testes também em seres humanos. Repetindo-se o sucesso, é possível que no futuro sejam produzidas as primeiras “pílulas de ginástica” para os seres humanos. 

Cupons de desconto TecMundo: