Microsoft acaba de fazer uma parceria com a British Heart Foundation, para a criação de um app que ajuda na localização de desfibriladores públicos. Por meio dele, espera-se que os aparelhos espalhados atualmente pelo Reino Unido sejam mais bem aproveitados, para que um número maior de vidas sejam salvas em casos de ataque cardíaco.

Essa união aconteceu após a descoberta de que os desfibriladores públicos da região são usados em apenas 3% dos casos de paradas cardíacas fora do ambiente hospitalar. A ideia é que proprietários registrem suas máquinas com a Microsoft, para que, durante uma ligação de emergência, a equipe que atender possa orientar as pessoas que estão junto ao paciente para o desfibrilador mais próximo, por meio do app.

“Cada minuto sem primeiros socorros ou desfibrilação reduz as chances de uma pessoa sobreviver a um ataque cardíaco em 10%, disse o executivo-chefe Simon Gillespie. Segundo ele, milhares de vidas podem ser salvas se a população dominar as técnicas de primeiros socorros e tiver acesso às máquinas, de maneira mais eficaz.

O aplicativo da Microsoft completa um projeto que não teve início agora. O treinamento de primeiros socorros nesses países está sendo incluído no programa escolar, há 5 anos. Além disso, já são dezenas de milhares de máquinas espalhadas pelo Reino Unido, as quais só precisam ser usadas de modo mais estratégico, enquanto a ambulância está a caminho.