Você entra no seu carro, coloca a chave na ignição, gira e sai dirigindo por aí... Tudo simples e fácil. Falando assim, é difícil imaginar que os automóveis estão prestes a passar por grandes revoluções tecnológicas, não é mesmo? Pois a indústria está trabalhando arduamente para permitir que diversas melhorias sejam aplicadas em modelos a serem colocados no mercado nos próximos anos.

Mas o que são as tecnologias inovadoras que estamos esperando? Algum tempo atrás elas poderiam ser descritas com os computadores de bordo mais básicos — que davam informações sobre combustíveis e portas abertas, por exemplo. Hoje, isso é o básico de um carro que esteja acima da categoria “popular”. O que os consumidores esperavam vai muito além disso, e você vai poder ter uma ideia do que se trata agora mesmo.

Neste artigo, trouxemos uma série de tecnologias automotivas que podem ser instaladas em carros do mercado internacional nos próximos anos. É preciso deixar claro que nem todas elas devem se tornar comercialmente ativas, pois ainda estão em fase de testes e dependem da aceitação do mercado para que se tornem reais. Vamos a elas...

Reconhecimento de semáforos

Por mais que todos os motoristas saibam que é preciso estar 100% atento ao trânsito, em muitos momentos fica difícil se concentrar no que está acontecendo nas pistas. E basta um segundo de desatenção para que o sinal fique amarelo sem que percebamos. E então ele fica vermelho e o carro passa sem desacelerar. É nesse momento que um flash do radar é disparado para a multa. Ou pior... Um acidente acontece!

Mas a Audi está trabalhando em uma tecnologia que pode acabar com esse tipo de situação. Um sistema equipado com câmeras na parte frontal dos carros pode reconhecer a mudança nos semáforos com bastante rapidez, enviando alertas para que motoristas reduzam suas velocidades caso a luz amarela ou vermelha seja exibida no lugar da esperada luz verde.

Outro grande benefício desse sistema está na desativação temporária dos motores, que pode resultar em bastante economia de combustível — como mostra o site TechRoad. Sempre que o carro está parado no sinal vermelho, o motor é deixado em espera e só é religado quando o sistema reconhece que o semáforo vai abrir novamente — para isso, a Audi promete uma tecnologia que reconhece o tempo de cada sinaleiro.

Nokian Tyres com pregos retráteis

Por mais que estejamos longe de uma nova Era Glacial, há muitos países que sofrem todos os anos com grandes tempestades de neve. Isso deixa muitos caminhos escorregadios para grande parte dos motoristas, ainda mais para aqueles que precisam passar por estradas literalmente cobertas de gelo. Por isso tecnologias relacionadas a isso podem parecer distantes para os brasileiros, mas são essenciais nos EUA ou na Europa.

Para esses mercados, a Nokian Tyres está trabalhando com um novo conceito de pneus que podem ser responsáveis pela segurança de muitos consumidores. Trata-se de um sistema que trabalha com pregos retráteis anexados aos pneus, podendo ser acionados a qualquer momento que o motorista exigir a ativação — não há previsão de ativação automática para ele.

Com esses pregos retráteis, os pneus ficam muito mais aderentes à neve ou ao gelo, evitando que os pneus normais deslizem sobre as superfícies. Com isso, os motoristas podem ter mais segurança quando forem dirigir em ambientes gelados. Vale dizer que a tecnologia é inspirada em sistemas de carros de rally, mas são um pouco menos potentes do que os modelos profissionais.

Carros autônomos

Quando pensamos em carros com piloto automático, podemos até imaginar que eles podem ser totalmente dirigidos sem o auxílio humano, mas a verdade é que esse tipo de sistema funciona, basicamente, para manter velocidades constantes sem a necessidade da utilização do acelerador. Por outro lado, há testes de algumas montadoras que prometem mudar essa história até o final de 2018.

Com o auxílio de câmeras tridimensionais e sistemas de GPS avançados, o protótipo de Audi RS 7 consegue medir distâncias entre diferentes carros e também calcular os obstáculos das pistas — o que inclui curvas, acidentes e tráfego, por exemplo. Para que seja possível levar isso para as ruas, ainda é necessário aprimorar os medidores laser utilizados nos veículos para que eles possam ser autônomos também em situações de neblina ou neve.

É preciso mencionar também que a Audi não é a única empresa a trabalhar com veículos autônomos. Você deve se lembrar do Google Driverless Car, que está em desenvolvimento pela gigante de Mountain View. Também podemos citar a Tesla, que deve colocar modelos com esta tecnologia no mercado até o final da década.

Comunicação entre automóveis

Uma das grandes expectativas para as próximas décadas é a de instalação geral de sistemas de comunicação V2V — Vehicle-to-Vehicle, ou Veículo-para-Veículo —, permitindo que os carros troquem informações entre si e sem a necessidade de comando do motorista. Com esse tipo de tecnologia, os carros podem saber distâncias exatas de outros veículos — mesmo que não estejamos em um modelo autônomo.

Como mostrado no Motor Authority, há dois sistemas principais que podem ser instalados para garantir muito mais segurança aos motoristas e evitar até 592 mil batidas por ano, apenas nos Estados Unidos. São o LTA (Left-Turn Assist, ou Assistente de Curvas à Esquerda) e o IMA (Intersection Movement Assist, ou Assistente de Movimento para Cruzamentos).

Ambos podem avisar os motoristas sobre a ação dos outros carros, evitando que veículos desavisados surjam com muita velocidade e não consigam parar a tempo. Essas sugestões são do NHTSA, a “Administração Nacional de Segurança de Tráfego do Departamento de Transportes dos Estados Unidos”.

NAVDY: o HUD mais legal da atualidade

Quer uma tecnologia mais próxima da realidade? Pois então você precisa conhecer o sistema NAVDY de HUD (Head-up Display). Ele chegará ao mercado já em 2015 e pode ser encomendado por qualquer pessoa pelo preço de US$ 300. O funcionamento dele é muito interessante, o que torna tudo ainda mais legal.

Com um projetor compacto que pode ser acoplado ao painel do carro, ele envia as imagens diretamente para o para-brisa. As informações exibidas são recebidas diretamente de smartphones com Android ou iOS — sendo possível interagir com redes sociais, ler notificações e ainda controlar a reprodução de áudio por meio de um sensor de reconhecimento de voz.

Vale dizer ainda que ele possui um navegador de GPS integrado, garantindo que os motoristas possam ter indicações de caminhos de um modo muito mais moderno do que acontece com grande parte dos aparelhos atuais.

"Segurança facial"

Além de segurança na rodagem, também é muito importante fazer com que os carros fiquem seguros contra possíveis ladrões. Se você também se preocupa com isso, fique atento ao que a Intel e a Ford estão preparando para os próximos anos. Estamos falando de uma tecnologia que atualmente pode ser vista em diversos equipamentos eletrônicos: o reconhecimento facial.

Além de permitir o destravamento das portas por meio das câmeras, o sistema também é capaz de ajustar uma série de itens do carro para fazer com que a experiência da direção seja melhor. Ou seja, basta esperar que o carro reconheça o motorista para que espelhos sejam ajustados, bancos regulados e outras configurações de áudio sejam aplicadas. Tudo de uma maneira bem rápida e simples.

Sistemas operacionais

Outra tecnologia que já está presente no mercado é a dos sistemas operacionais mais modernos em computadores de bordo. Como você já deve saber, os dois principais sistemas que estão chegando ao mercado neste final de ano são Android Auto (desenvolvido pela Google) e Apple CarPlay (que se conecta a iPhones e é produzido pela mesma empresa dos aparelhos).

Entre as principais vantagens deles em relação aos antigos sistemas estão a variedade de funções e também a possibilidade de migrar de veículo ou aparelho sem precisar de uma nova curva de aprendizado — uma vez que eles serão uniformes em todos os carros. Além de controlar áudio e responder mensagens, eles permitirão mais facilidade na navegação por GPS.

NVIDIA Driver Assist

Problemas de visibilidade noturna, não enxergar pedestres ou passar por uma placa de limite de velocidade sem perceber... Todas são situações que todos os motoristas podem passar, mesmo que não queiram. Mas elas podem ser superadas com muita facilidade, graças aos sistemas que estão sendo desenvolvidos pela NVIDIA — batizados de NVIDIA Driver Assist.

Com a utilização de câmeras conectadas a hardware de alta capacidade com módulos de computação visual da própria NVIDIA, os sistemas podem reconhecer uma série de ambientes para tornar a direção muito mais segura. Como já dissemos, o sistema de câmeras é capaz de reconhecer os limites de velocidade da via e fazer com que os carros sejam desacelerados, por exemplo.

Ele também pode alertar sobre a movimentação de pedestres que estejam atravessando as ruas e melhora a visão em ambientes escuros. Tudo isso está sendo testado pela NVIDIA e por montadoras, sendo que ainda deve levar alguns anos até que seja possível vermos esse tipo de tecnologia comercialmente disponível.

.....

Gostou de conhecer estas novas tecnologias que podem chegar aos carros de todo o mundo em alguns anos? Certamente você encontrou alguma que gostaria de instalar no seu carro para ter ainda mais modernidade durante seus passeios ou viagens. Nos conte qual é a sua favorita das tecnologias que foram apresentadas nesta matéria e também entre as que não foram citadas.