(Fonte da imagem: Divulgação/Universidade do Estado da Carolina do Norte)

Pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte descobriram uma nova técnica capaz de criar muitas camadas de nanoestruturas em uma determinada superfície, podendo gerar baterias e células solares mais eficientes.

A estrutura, que se assemelha a uma flor, é criada a partir de sulfureto de germânio tratado em uma fornalha. Através do processo, ele se transforma em uma folha com camadas de 20 a 30 nanômetros e 100 micrômetros de comprimento. As folhas são acumuladas em camadas formando uma estrutura folicular.

Linyou Cao, professor assistente de Ciência de Materiais e Engenharia na Universidade da Carolina do Norte, explica as aplicações praticas da novidade. “Isso pode aumentar significativamente a capacidade das baterias de lítio, por exemplo, uma vez que a mais fina das estruturas pode conter mais íons de lítio”, define.

Fonte: Universidade do Estado da Carolina do Norte

Cupons de desconto TecMundo: