Um dos sonhos do antigo CEO da Apple, Steve Jobs, era tornar a Maçã também uma das maiores operadoras móveis. Ou seja, competir de igual para igual com gigantes como AT&T, Verizon e T-Mobile, por exemplo. Contudo, em uma entrevista recente, o atual CEO Tim Cook acabou de enterrar qualquer plano sobre isso.

"A nossa expertise não compreende redes. Nós trabalhamos com a AT&T nos EUA, com a O2 no Reino Unido, além da T-Mobile e a Orange, e nós nos expandimos cada vez mais enquanto aprendemos. Mas, geralmente, as coisas que a Apple gosta de fazer são as coisas que podemos fazer globalmente", comentou Tim Cook indicando que, caso a Maça se aventurasse neste caminho, não poderia atender todos os países em que está presente.

Cook: nós não temos a habilidade necessária com redes de celular

Mesmo que a Tim Cook não queira tornar a Apple uma companhia que também oferece planos de rede celular, usar a resposta de que não poderia oferecer o serviço globalmente — e por isso não fará — é falha: alguns produtos da Maçã que já estão no mercado não funcionam em muitos países. Por exemplo, no Brasil, o Apple Pay ainda não está disponível.

A entrevista aconteceu durante a Startup Fest Europa, em Amsterdã, e você pode saber mais detalhes clicando aqui.

"Nós não temos a habilidade necessária com redes. Nós iremos fazer algumas coisas com os e-SIMs ao longo do tempo, mas no geral, eu gosto do trabalho das operadoras", complementou Tim Cook.
Você acha que seria uma boa a Apple partir para esse mercado? Dê a sua opinião nos comentários.

Apple não vai virar operadora

Cupons de desconto TecMundo: