(Fonte da imagem: iStock)

Um estudo realizado por pesquisadores da Virginia Tech, nos Estados Unidos, concluiu que as redes 4G são mais vulneráveis a interferências externas do que as tradicionais tecnologias GSM e CDMA. Segundo a pesquisa, uma rede 4G pode ser temporariamente desabilitada a quilômetros de distância com um jammer de US$ 650.

Os jammers são uma espécie de rádio que emite um sinal e bloqueia as comunicações em uma determinada área. No Brasil, por exemplo, esse dispositivo é utilizado no roubo de cargas de caminhões. Em casos como esses, os ladrões cortam o sinal entre o rastreador e o satélite, deixando as cargas rastreadas “invisíveis” para as transportadoras.

De acordo com Jeff Reed, diretor de pesquisas sobre wireless da Virginia Tech, um hacker mal-intencionado com acesso a um amplificador simples e um jammer pode derrubar o sinal de uma região inteira sem fazer muito esforço. Infelizmente, não há uma maneira de contornar o problema. Um relatório mais detalhado será entregue para as autoridades norte-americanas para que elas estejam cientes dos potenciais riscos.

Cupons de desconto TecMundo: