A Vivo emitiu um comunicado à imprensa sobre a prática de bloquear a internet fixa após o usuário extrapolar um limite de franquia. O email com o texto abaixo reproduzido foi enviado pela operadora ao TecMundo.

A nota esclarece algumas datas e também quem realmente será prejudicado: aparentemente, quem é assinante há algum tempo (no mínimo dois meses) não será inicialmente afetado pelo bloqueio ou pela diminuição de velocidade. Isso vale tanto para os clientes ADSL (antigo Speedy) quanto GVT e Vivo Fibra.

Além disso, a empresa avisa que vai ajudar o assinante a medir o próprio consumo de dados, possivelmente lançando materiais informativos ou até programas do tipo ainda neste ano.

Confira o comunicado na íntegra:

A Telefônica Vivo informa que os clientes ADSL (ex-Speedy) que compraram o serviço até 04/02/2016 estão com seus contratos mantidos, com uso ilimitado da internet fixa. Aqueles que adquiriram o serviço a partir de 05/02/2016 está (sic) sujeito ao novo contrato, porém com condições promocionais até 31/12/2016 de manutenção do serviço de internet sem bloqueio, mesmo após o término da franquia de dados contratada.

Clientes GVT e Vivo Fibra que adquiriram os serviços até 01/04/2016 estão com seus contratos mantidos, com uso ilimitado da internet fixa. Quem comprou os serviços a partir de 02/04/2016 está sujeito ao novo contrato, porém com condições promocionais até 31/12/2016 de manutenção do serviço de internet sem bloqueio, mesmo após o término da franquia de dados contratada.

Assim, promocionalmente, não haverá cobrança pelo excedente do uso de dados até 31 de dezembro de 2016. À medida que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo.

A franquia de consumo de dados de internet fixa já é praticada hoje por alguns dos principais players de banda larga fixa.

O que você pensa sobre a franquia de internet fixa? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: