Desenvolvido como um mod para StarCraft II, o MMO StarCraft Universe foi ao Kickstarter para conseguir os fundos de que precisa para ser totalmente financiado. Ao todo, os desenvolvedores do estúdio Upheavel Arts precisam de US$ 80 mil para finalizar o projeto, que se passa 11 anos após os eventos mostrados em Wings of Liberty.

O que diferencia o projeto de outras iniciativas feitas por fãs é o fato de que essa tem o aval da própria Activision Blizzard — ou seja, não há chances de que ela seja cancelada devido a um pedido judicial. Segundo os desenvolvedores, o primeiro ato do game online vai contar com os Protoss e os Terrans como raças jogáveis — os Zergs só devem surgir caso os desenvolvedores consigam um valor acima do desejado inicialmente.

“Embora a Blizzard não esteja diretamente afiliada com esse projeto, nos comunicamos com eles para entregar relatórios de erros e para fazer pedidos técnicos”, afirmou a Upheavel Arts no texto que descreve sua campanha. “Eles nos deram sua benção/permissão para lançar esse Kickstarter, e eles estão dando suporte a nossos esforços com a promessa de destacar SCU no modo Arcade”.

O dinheiro acumulado será usado para expandir o time de desenvolvimento e criar os recursos necessários para trazer o mod de forma mais rápida às mãos dos jogadores. StarCraft Universe vai seguir um cenário paralelo conhecido como “Utter Darkness”, no qual Sarah Kerrigan morre e os sobreviventes têm que lutar contra uma ameaça que promete destruir todo o universo.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: