Lembra-se do ataque hacker ao Steam há alguns meses? O presidente da Valve, Gabe Newell prometeu que o caso seria investigado para saber a gravidade da invasão — algo que o mundo aprendeu a temer desde o caos que ocorreu com a Sony e a triste novela envolvendo a PSN. E eis que a resposta dada por ele pode não ser tão boa assim.

Segundo Newell, as senhas não foram comprometidas, pois os invasores não tiveram acesso a esses dados, o que significa que sua conta continua em segurança. Contudo, a mensagem publicada no site do Steam não para por aí.

O presidente da companhia explicou que, em compensação, os hackers tiveram acesso a um arquivo de backup que a Valve possuía em seus servidores, contendo nada menos do que o histórico de todas as transações realizadas entre os anos de 2004 e 2008. Em outras palavras, informações pessoais como nome dos clientes e seus respectivos endereços, emails e dados de cartão de crédito criptografados podem ter caído nas mãos dos invasores.

Newell explicou que ainda não é certo que isso tenha realmente acontecido, mas não nega a possibilidade. Para acalmar os usuários, ele afirma que as autoridades responsáveis continuarão a investigar o caso e pede que todo mundo fique atento às faturas de cartões de crédito para qualquer cobrança indevida.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: