Os bancos informaram que investem cada vez mais em soluções tecnológicas, mas admitiram que é preciso melhorias no acesso dos sites em smartphones e tablets.

O Banco do Brasil afirmou, por meio de nota, que vai contemplar as situações apontadas na pesquisa em atualizações do seu portal e do acesso ao internet banking.

"A presença digital do BB vai priorizar a melhor navegação nos dispositivos móveis, considerando a total integração entre os canais disponíveis para os clientes", diz o banco.

O Bradesco argumentou que a frequência do site por dispositivos móveis é pequena diante dos 6 milhões de usuários ativos nos aplicativos. O banco afirmou que orienta o cliente a baixar os aplicativos que possuem produtos e serviços "devidamente adequados".

Sobre o direcionamento para o site desktop do banco, o Bradesco disse que está trabalhando para adaptar os serviços de simulador de crédito habitacional e busca de agências às usabilidade de sites em dispositivos móveis. "O Bradesco tem uma preocupação permanente na busca pela entrega da melhor experiência aos seus clientes", ressaltou.

O Itaú informou que o cliente que não tem smartphone pode se relacionar com o banco por meio de mensagens gratuitas SMS. Estão disponíveis mais de 10 serviços de conta corrente e cartão de crédito - no ano passado foram enviados mais de 1,6 bilhão de SMS.

"Nosso processo de construção de soluções de mobile banking sempre parte de alguma necessidade de cliente identificada. Sabemos que essa é uma agenda contínua de busca de melhorias e novos lançamentos", afirmou, em nota. O Itaú acrescentou que no ano passado teve aumento de 70% no número de clientes que usam o celular para se relacionar com o banco.

A Caixa informou que, desde a implementação, foram feitas "otimizações nos códigos das páginas e na configuração das imagens" para melhorar a performance do novo site. Segundo o banco, o tempo médio de geração da página é de menos de dois segundos.

"Vale ressaltar que variáveis de ambiente (máquina e rede) do cliente são determinantes na experiência do usuário final", ponderou. O banco estatal disse que é política delimitar que os acessos ao internet banking sejam feitos necessariamente pelo aplicativo. Sobe os problemas na consulta das agências, a Caixa disse que os identificou e corrigiu.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Por Murilo Rodrigues Alves - Brasília

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: