(Fonte da imagem: iStock)

Uma equipe de pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) apareceu recentemente com o que pode ser a solução para a relativa lentidão de redes wireless (Wi-Fi, LTE, Bluetooth etc.). Trata-se do que foi batizado de “coded TCP” (TCP codificado), sistema que deve acelerar em até dez vezes a velocidade de transmissão atual das redes sem fio. E o melhor: sem a necessidade de aumento do “poder de fogo” da rede ou do número de estações disponíveis.

Isso porque a solução encontrada pelos pesquisadores foi essencialmente matemática. Trata-se de uma alteração fundamental no envio e recebimento dos chamados “pacotes” — informações codificadas em bits, normalmente formando grupos de 1.500 bytes. Basicamente, além de conter dados como “IP de destino” e outras informações, cada pacote enviado inclui ainda uma equação matemática.

Eis como a coisa toda funciona: usualmente, sempre que parte de um grupo de dados é perdida durante o trânsito, o sistema precisa esperar pelo reenvio do pacote, o que acaba tomando muito tempo e, naturalmente, causando lentidão. Trata-se de um inconveniente realmente considerável para redes sem fio, algo que pode chegar a 2% do total de “pacotes” enviados — o que pode alcançar os 5%, no caso de um trem em alta velocidade.

(Fonte da imagem: Reprodução/ExtremeTech)

Uma função algébrica “simples e linear”

O coded TCP, entretanto, associa os dados de cada “pacote” a uma função algébrica específica. Dessa forma, é possível “recriar” os dados perdidos sem a necessidade de reenvio — o sistema simplesmente “deduz” as informações faltantes matematicamente.

Embora o processo detalhados seja atualmente mantido em segredo, os pesquisadores garantem que as equações realizadas para recriar as informações perdidas são “simples e lineares”. Em outras palavras, a solução encontrada não deve requerer nenhum poder de processamento adicional significativo — seja de roteadores, smartphones ou laptops.

(Fonte da imagem: iStock)

E o aumento de velocidade é realmente considerável. Em testes realizados pelo MIT, uma rede com média de 2% de “pacotes” extraviados saltou de 1 Mbps para 16 Mbps. Já a mesma rede em um trem em movimento foi de 0,5 Mbps para 13,5 Mbps.

Um milagre? Não exatamente

Embora o salto de velocidade observado pelo MIT seja obviamente promissor, vale ressaltar que a tecnologia por trás do TCP codificado encontra sua máxima utilidade apenas em redes wireless. Isso porque, obviamente, se trata de um sistema baseado na velocidade de correção de erros — algo que não afetaria tão dramaticamente uma rede-padrão (com cabos), na qual as perdas de dados são muito menores (até mesmo raras, em alguns casos).

(Fonte da imagem: iStock)

Entretanto, no que tange as redes de celulares e demais aparelhos com conexão wireless, é possível esperar um verdadeiro salto tecnológico. Porém, os pesquisadores destacam que nenhum teste em larga escala foi levado a cabo até o momento. Dessa forma, a utilização do TCP codificado por diversas fontes simultaneamente pode gerar efeitos colaterais ainda não previstos.

Bem, e quanto tempo o novo processo deve demorar para aparecer no seu celular/tablet/laptop? Aparentemente, não muito. De acordo com os desenvolvedores, a tecnologia já foi licenciada para alguns fabricantes de hardware — de forma que a exploração comercial da tecnologia (na forma de produtos) deve aparecer em breve.

Fonte: ExtremeTech

Cupons de desconto TecMundo: