(Fonte da imagem: Reprodução/Universidade de Stanford)

Quando são realizados implantes cardíacos, é necessário que várias pequenas cirurgias sejam feitas após determinados períodos de tempo para que as baterias dos equipamentos sejam trocadas. Isso é bastante incômodo para os pacientes, que são submetidos a processos invasivos e nada agradáveis.

Pensando em acabar com esse problema, engenheiros da Universidade de Stanford (Estados Unidos) criaram um dispositivo que permite a recarga das baterias via wireless – isso mesmo, sem precisar de cabos. A grande responsável por isso é uma pequena antena espiral que fica acoplada aos implantes, sendo capaz de receber a energia elétrica de fontes distantes até 5 cm.

O principal desafio que os pesquisadores enfrentam agora é relacionado à posição dos equipamentos, pois qualquer variação no alinhamento já causa perdas muito grandes na eficiência. “Isso não pode acontecer com dispositivos médicos”, afirmou a professora Ada Poon, uma das principais responsáveis pelo projeto.

Assim que todos os problemas da tecnologia forem sanados, os engenheiros de Stanford devem começar a protocolar os documentos necessários para que testes possam ser realizados com humanos. Se isso acontecer, será um grande avanço para a medicina de todo o mundo.

Fonte: Universidade de Stanford e Engadget

Cupons de desconto TecMundo: