A Sony confirmou nesta terça-feira (26) o lançamento do Xperia Z3+, o mais novo top de linha da fabricante japonesa no mercado. Não se confunda com os nomes: trata-se do Xperia Z4, que já havia sido apresentado no Japão, mas que teve o nome alterado para o mercado internacional.

Na realidade, o nome é bem escolhido. O Z3+ possui leves atualizações em relação à geração anterior, com um salto de qualidade esperado a partir de componentes deste ano, mas sem mudanças tão radicais que justificassem um número a mais na família Xperia — a própria fabricante alega que ele é uma "adição premium à série Xperia Z3" em vez do início de uma linha.

O problema é que ele saiu como Z4 no Japão, o que significa que os nomes no país asiático e no mercado internacional podem ficar diferentes e confusos.

Bateria e processamento: caminhando juntos

A Sony aposta no moderno Snapdragon 810 octa-core de 64 bits como processador, além de garantir a conectividade 4G (LTE até Cat 6). A tela permanece a mesma da geração anterior: 5,2" com resolução Full HD, enquanto a memória RAM foi atualizada para 3 GB.

Para suportar a potência, a Sony alega que implementou um gerenciamento inteligente de energia, garantindo até dois dias de bateria para o aparelho em uso casual — mesmo cortando a capacidade da bateria de 3.100 mAh para 2.900 mAh. A tecnologia Qualcomm Quick Charge está presente para fazer com que você tenha 24 horas de carga após somente 45 minutos na tomada. Além disso, a aposta está na economia dos quatro núcleos do Snapdragon 810, que trabalham de forma menos intensa.

Câmera frontal com novos recursos

A Sony se preocupou em aprimorar ambas as câmeras do aparelho para a "nova" geração. No Z3+, a traseira permanece com 20,7 MP e sensor Exmor RS, além de uma lente de 25 mm e de um motor de processamento BIONZ. A gravação de vídeos suporta até a resolução 4K.

Entre os novos modos, o "Gourmet" deixa as fotos de comida ainda mais especiais e o "Superior Auto" automaticamente coloca as configurações de fotografia no máximo na hora do retrato, reconhecendo até 52 ambientes diferentes. Apps de edição e aplicação de filtros também estão confirmados.

Na câmera frontal, são 5 MP e um sensor Exmor R. A lente é a mesma de 25 mm, garantindo selfies com mais elementos em tela. O modo "Superior Auto" também está presente para otimizar as configurações e é possível realizar videoconferências em 1080p (Full HD).

Uma leve mudança

O Xperia Z3+ não apresenta um design completamente renovado ou revolucionário, mas mantém uma leve progressão característica da Sony. Para começar, o smartphone é à prova d'água (espere testes em breve para comprovar isso) e poeira, recebendo a alta certificação IP65/68 nessas categorias.

Ele está mais fino (0,9 cm) e leve (144 g), com uma entrada USB sem capa para facilitar a conexão e deixar o design mais minimalista — além de acabar com as preocupações de perder a proteção ou enroscá-la em algum lugar. Os pinos de recarga magnética foram removidos e as bordas metálicas receberam um acabamento que realça ainda mais o brilho.

Disponibilidade

O Xperia Z3+ será vendido nos modelos Black, White, Copper e Aqua Green.

O lançamento global começa em junho deste ano e variantes de um ou dois chips SIM serão comercializadas. Por enquanto, nenhum preço foi divulgado e ainda não há informações oficiais sobre o aparelho no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: