Super Micro não encontrou chips de espionagem chinesa em seus produtos

1 min de leitura
Imagem de: Super Micro não encontrou chips de espionagem chinesa em seus produtos
Avatar do autor

A Super Micro afirmou hoje (11) que, após investigações internas, não encontrou qualquer evidência da presença de hardware malicioso dentro de seus placas-mãe. Anteriormente, relatos indicavam que a China teve sucesso em implementar chips de espionagem dentro de produtos estadunidenses.

De acordo com a Super Micro, foi contratada uma empresa de investigação para analisar o hardware atual e antigo da companhia. Além disso, que após o resultado de que as placas estariam intactas, a que a empresa não ficou “supresa” com a descoberta.

A Super Micro foi uma das únicas empresas que realizou uma investigação interna e agora compartilha os resultados

“Como a segurança e a integridade de nossos produtos são nossa maior prioridade, realizamos uma investigação completa com a assistência de uma empresa líder de pesquisas de terceiros”, disse a Super Micro. “Uma amostra representativa de nossas placas-mãe foi testada (...) Bem como placas-mãe fabricadas mais recentemente. Hoje, queremos compartilhar com você os resultados deste teste: após uma análise completa e uma série de testes funcionais, a empresa de investigações não encontrou absolutamente nenhuma evidência de hardware malicioso em nossas placas-mãe. Essas descobertas não nos surpreenderam. Como afirmamos repetidamente, nosso processo é projetado para proteger a integridade e confiabilidade de nossos produtos”.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Super Micro não encontrou chips de espionagem chinesa em seus produtos