(Fonte da imagem: Reprodução/TechnoBuffalo)

Embora grande parte dos adoradores do smartphone principal da Samsung simplesmente vá comprar o S4 assim que ele der as caras, sempre há aquele consumidor mais consciente, certo? Dessa forma, a “fuçada” de uma fonte anônima do site TechnoBuffalo nas entranhas do aparelho pode revelar alguns detalhes capazes de fazer a balança pender positivamente, mesmo de um ponto de vista mais racional.

O vídeo mostra cada pequeno detalhe do aparelho desmantelado, o que provavelmente não revela tanto assim. Entretanto, conforme considerou a referida fonte, os componentes do S4 podem ser facilmente substituídos — o que certamente o coloca à frente de um competidor direto, o HTC One. Talvez a parte mais penosa ali seja mesmo a remoção de todos os nove parafusos que mantêm firmemente presa a parte frontal do smartphone.

(Fonte da imagem: Reprodução/TechnoBuffalo)

É melhor cuidar da sua Gorilla Glass

Não que seja propriamente algo negativo, é claro. Entretanto, de acordo com projeções da referida fonte anônima, será certamente preferível ter que substituir qualquer coisa dentro do S4 — o que parece ser incrivelmente favorecido pelo projeto do aparelho — que não a distintiva Gorilla Glass.

Isso porque, enquanto o S2 e o S3 possuíam telas de fácil remoção — e passíveis de substituição por modelos fabricados por terceiros —, o display exclusivo do S4 deve custar algo em torno de US$ 200 (quase R$ 400, sem considerar impostos).

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

De qualquer forma, o BuffaloTech afirma que sua fonte anônima considerou o Galaxy S4 como “um dos aparelhos mais facilmente consertáveis” com que já trabalhou. Certamente um bom diferencial, não haja dúvida.

Cupons de desconto TecMundo: