John Hanke, fundador e CEO da Niantic, empresa responsável pelo sucesso do game Pokémon GO, falou um pouco sobre a importância da tecnologia de realidade aumentada na conferência D.Live do Wall Street Journal. Segundo ele, o objetivo final desse recurso não está nos smartphones, e sim nos óculos de AR.

“O potencial da realidade aumentada é imenso. O celular é ótimo, mas a interface de usuário não é perfeita”, afirmou Hanke na conferência. Segundo ele, a necessidade de alternar o olhar entre o smartphone e a paisagem do mundo real atrapalha a experiência e com óculos de realidade aumentada isso não seria necessário.

john hanke

Primeiro passo

O executivo, porém, considera que a tecnologia começou muito bem nos smartphones e tem tudo para ser ainda mais utilizada: “Eu acho impressionante ver gigantes da tecnologia lidando com realidade aumentada", disse Hanke, principalmente se referindo a plataformas como ARKit da Apple e ao ARCore da Google.

Acho que a realidade aumentada vai fazer milhares de coisas que fazemos em nossos smartphones de maneira significativamente melhor

Hanke enxerga na realidade aumentada uma maneira de melhorar o dia a dia das pessoas, pois a tecnologia está misturada ao nosso cotidiano, ao contrário da realidade virtual, que ele considera “um entretenimento escapista”. “Acho que a realidade aumentada vai fazer milhares de coisas que fazemos em nossos smartphones de maneira significativamente melhor", concluiu ele.

Apesar do fracasso do Google Glass, Hanke acredita que o futuro de AR seja realmente nos óculos, apostando em empresas como a Microsoft, com seu HoloLens, e a Magic Leap. Para ele, em alguns anos vamos estar muito mais imersos na realidade aumentada do que imaginamos – e com tudo diante de nossos olhos!

Cupons de desconto TecMundo: