A internet norte-coreana é luxo de poucos pelas terras governadas por Kim Jong-un. E medidas de controle verdadeiramente bizarras imperam no país do ditador (saiba mais aqui). Mas um homem pretende libertar as mentes de quem comprar simples dispositivos USB, como HDs. Em entrevista ao periódico Wired, Kang Chol-hwan revelou como tem usado trechos de filmes, de músicas e ebooks para conscientizar os cidadãos da Coreia do Norte sobre a face de seu líder político.

Kang presenteia seus clientes com filmes ou séries (como Friends e A Entrevista, naturalmente) escondidos nas unidades USB. Chamados de “USB Drives Furtivos”, os dispositivos se assemelham a qualquer outra unidade de armazenamento. Quando é plugada acomputadores, porém, a peça exibe filmes alternativos que têm por objetivo abrir a mente dos usuários acerca da visão que o “mundo lá fora” tem da Coreia do Norte.

Surpresa!

E o filme, música ou ebook são de fato surpresas. É que eles não podem ser simplesmente acessados enquanto arquivo de raiz, “soltos” em uma pasta qualquer. A mídia fica escondida, e pipoca de forma espontânea como uma extensão executável. As habilidades do programador foram adquiridas às duras custas: antes de fundar a North Korea Strategy Center, Kang passou quase dez anos em um campo de trabalhos forçados com sua família, condenada por traição.

Quando foi solto, o ativista conheceu uma rádio pirata e conheceu então o resto do mundo. Foi aí que Kang, hoje com 46 anos, decidiu fazer parte de grupos que lutam pela libertação ideológica do contundente país. Anualmente, cerca de 3 mil unidades “USB presenteadas” são distribuídas pela Coreia do Norte.

“Quando as pessoas assistem ao seriado Desperate Housewives, elas veem que a América não é constituída apenas por amantes imperialistas da guerra. Eles são pessoas com obrigações comuns. Elas veem o lazer, a liberdade. Percebem que [os EUA] não são o inimigo”, comenta Kang, segundo informa o Wired, que compara sua atitude à pílula vermelha de Matrix: “uma tratamento que tem o poder de destruir as ilusões do mundo”.

Mais detalhes sobre a história de Kang podem ser lidos nesta página, em inglês. Todos os créditos das imagens e informações desta notícia são do periódico Wired.

Cupons de desconto TecMundo: