Em algum momento da vida, todos tomamos um calote: um amigo que pega um dinheirinho emprestado, um parente que esquece de devolver aquela grana do natal passado... Mas o que podemos fazer sobre isso? Às vezes, nada, mas em certas ocasiões podemos tomar providências.

Foi o que fez o desenvolvedor de sites Rafael Fidélis. De um modo bem-humorado e, mais importante, sem “atacar” ninguém, o paulistano resolveu dar o troco após não ser pago por um serviço prestado a uma agência de São Paulo.

Fidélis criou uma campanha criativa como forma de protesto, e assim nasceu o site “Pague meu Freela”, plataforma pela qual os internautas podem enviar emails para o departamento financeiro da empresa (não revelada por ele) até que seja feito o devido pagamento.

O site criado pelo desenvolvedor apresenta um vídeo em que, de forma bem-humorada, ele conta sua história comentando os motivos dados pela agência pelo atraso no pagamento.

Através do site, as pessoas podem “ajudá-lo” a receber seu rico dinheirinho. Para participar, o usuário tem 9 tipos de notas que podem ser enviadas à empresa caloteira. A mensagem escolhida pelo participante é, automaticamente, direcionada para o departamento financeiro e para o CEO da companhia.

Atualmente, o site conta com mais de 29 mil apoiadores, ou seja, mais de 29 mil emails já foram enviados à agência. Também está disponível na página um contador, que monitora o tempo restante para a data em que a empresa disse que iria pagar Rafael. 

Cupons de desconto TecMundo: