A tecnologia pode ajudar a diminuir os acidentes de trânsito e Detran do Distrito Federal vai recorrer aos drones para diminuir o número de incidências de motoristas que falam ao celular enquanto dirigem. A fiscalização começou nesta semana e deve ajudar também a monitorar outras ilegalidades, como desrespeito à faixa de pedestre, estacionamento irregular e tráfego em locais proibidos.

“A qualquer momento, o Detran pode passar a usar as imagens para autuar”, comentou o diretor geral do órgão, Silvain Fonseca, em entrevista ao G1. Nesse primeiro momento, contudo, a intenção é alertar os condutores e realizar testes de funcionamento. Ele adiantou também que os gadgets podem servir como apoio aéreo para outro agente.

Por enquanto, o Detran possui apenas duas unidades, doadas pela Receita Federal. Eles são pilotados por um efetivo de 12 profissionais de Unidade de Operações Aéres e foram capacitados na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). As máquinas serão usadas inicialmente nas principais vias nas proximidades de eventos de grande porte.