Se você tem algum conhecimento sobre corridas de drones, já deve ter ouvido falar na Fat Shark. Trata-se da marca especializada em headsets específicos para o comando dos veículos voadores que é uma das mais populares do mercado. Apesar da empresa estar totalmente envolvida nesse universo de competições com drones, é a primeira que ela se aventura a produzir um deles. O resultado, no final, é bastante positivo: um dispositivo que vai agradar tanto novatos quanto pilotos mais experientes.

O pacote completo do 101 é muito importante para inserir o usuário nas corridas

Apesar de já existirem no mercado alguns drones de corrida que têm como alvo os pilotos iniciantes, o 101 da Fat Shark busca, além disso, o usuário casual – a ideia é levar os fãs “comuns” de drones para o mundo das corridas, levando a eles a experiência das competições de maneira muito mais acessiva que o normal.

Kit completo para iniciantes

O pacote completo do 101 é muito importante para inserir o usuário nas corridas. Ele conta com o controle a rádio, o headset para você visualizar o que o drone enxerga, baterias, cabos e, claro, o próprio quadricóptero. O kit é completo para quem quer começar, sem a necessidade de buscar periféricos ou outros acessórios básicos separadamente, que podem também ser reutilizados caso você mude de dispositivo no futuro.

drone

O preço também é bastante amigável para um kit completo como esse: US$ 250, ou R$ 826. O Fat Shark 101 já está em pré-venda, mas os consumidores só poderão colocar as mãos nele em janeiro de 2018.