Esqueça a HBO: Apple TV+ está se tornando referência em séries de qualidade

Imagem de: Esqueça a HBO: Apple TV+ está se tornando referência em séries de qualidade
Imagem: Apple TV +

Pense em qual dos serviços de streaming disponíveis no mercado entrega a melhor coleção de séries. É bem provável que o primeiro nome que tenha vindo à sua mente seja a HBO Max. E faz total sentido – afinal, este streaming tira proveito do catálogo pregresso do canal de TV (com obras inesquecíveis com Sopranos, Game of Thrones e The Wire), assim como foi capaz de investir em grandes clássicos recentes, como a icônica Succession, encerrada em 2023.

Mas mesmo com toda a tradição, um outro serviço de streaming tem encontrado grande destaque no mercado. Falamos aqui da Apple TV +, plataforma que, mesmo tendo um catálogo bem mais enxuto, tem se tornado uma grande referência em qualidade de séries.

Iniciado em 2019, o serviço da Apple ainda tem pouquíssimo tempo de vida, mas tem lançado atrações com bastante destaque tanto na crítica quanto nas premiações da área. A empresa já produziu sucessos grandiosos (como Ted Lasso), séries que apostam na crítica social e política (como Ruptura), que exploram o clássico dramalhão jornalístico (como The Morning Show) e que imaginam um futuro distópico e arrasado (como Silo).

São atrações que têm conquistado o coração dos fãs pois parecem perfeitamente adequadas com as suas demandas e interesses. Por outro lado, uma suposta crise da plataforma "concorrente" pode estar abrindo espaço para que o público corra sua atenção para a Apple TV+.

Crise da HBO Max?

(Fonte: HBO Max)(Fonte: HBO Max)Fonte:  HBO Max 

A HBO Max abriu mal o ano de 2023, já que esteve cercada por insinuações de uma crise no serviço do streaming, uma vez que houve o anúncio de cancelamento de várias de suas atrações, como Batgirl e Westworld. Por outro lado, o grande investimento do ano foi em The Idol, thriller produzido por Sam Levinson (de Euphoria, sucesso do canal) e estrelado por Lily-Rose Depp e o cantor The Weeknd). No prestigiado jornal The Guardian, por exemplo, o show foi definido como "entediante, sem sentido e constrangedor". The Idol acabou cancelada após apenas uma temporada.

Fala-se que parte da crise teria a ver com a fusão da Warner Bros com a Discovery, o que teria gerado um grande desequilíbrio financeiro no grande conglomerado de mídia que afetou também a HBO Max. Por consequência, bons nomes do catálogo foram cancelados e o canal não estaria atualmente propenso a grandes investimentos, como ocorridos em outras épocas. Seria, talvez, uma época de "seca".

A ascensão da Apple TV +

Correndo por fora, a Apple TV + parece ter conseguido investir em séries mais modestas, mas com propostas originais e capazes de encontrar seu séquito de fãs. Foram grandes acertos nos últimos anos, tanto que se dificulta fazer uma seleção entre as boas atrações do catálogo. Ainda assim, trazemos a seguir uma lista de obras imperdíveis para os assinantes deste streaming.

Ted Lasso (2020-2023)

(Fonte: Apple TV +)(Fonte: Apple TV +)Fonte:  Apple TV + 

É justo dizer que qualquer um que viu Ted Lasso e não curtiu provavelmente nasceu com um buraco no lugar do coração. A comédia é estrelada por Jason Sudeikis no papel de um cativante técnico americano de baseball que acaba treinando um time de futebol fracassado na Inglaterra. Mas a verdade é que a série vai muito além da comédia: ela fala suavemente sobre dramas como relações familiares e saúde mental.

Durante as três temporadas em que esteve no ar, Ted Lasso arrebatou vários prêmios, incluindo o Emmy de Melhor Comédia, Melhor Ator (Jason Sudeikis) e Melhor Ator Coadjuvante (Brett Goldstein) por dois anos consecutivos. Inclusive, a série foi responsável por muita gente resolver assinar a Apple TV + só para conferi-la.

Black Bird (2022)

Black Bird parte da história real um criminoso chamado Jimmy Keene (Taron Egerton). Ele estava preso quando as autoridades policiais pediram que ele fizesse uma delação sobre algo muito mais grave. Isto porque Keene dividia as instalações com o assassino Larry Hall (Paul Walter Hauser), a quem a polícia suspeita ter cometido muito mais crimes, ainda desconhecidos. É um thriller arrepiante que prende o espectador do começo ao fim.

The Morning Show (2019)

(Fonte: Apple TV +)(Fonte: Apple TV +)Fonte:  Apple TV + 

O jornalismo é uma matéria-prima esplendorosa para a ficção: a rotina da corrida atrás das notícias pode envolver muito suspense, tramas políticas e tensão. The Morning Show é uma série espetacular que aborda a realidade de uma emissora e da produção de um telejornal matutino, a partir do que ocorre nos seus bastidores.

Em suma, há muitas brigas, assédio e todo tipo de conflito que pode acontecer neste tipo de cenário. Para completar, a série conseguiu reunir um elenco de peso, incluindo Jennifer Aniston, Reese Witherspoon e Billy Crudup (que merecidamente venceu o Emmy por seu papel).

Ruptura (2022)

Se você quer ser desafiado nas suas certezas, a aclamadíssima Ruptura é o programa ideal. Produzida por Ben Stiller, a série é uma incômoda reflexão sobre a realidade do trabalho. Adam Scott é a estrela da série, e vive um funcionário de uma empresa que aposta em um método revolucionário: ela faz com que a equipe se "divida" entre a vida profissional e pessoal.

Ou seja: quando entra nas instalações da firma, o funcionário simplesmente esquece do seu "eu doméstico". Embora seja uma premissa bastante maluca, isso leva a discussões fantásticas ao longo da série. No elenco, estão outros grandes nomes, como Britt Lower, Patricia Arquette e Christopher Walken.

Falando a Real (2023)

(Fonte: Apple TV +)(Fonte: Apple TV +)Fonte:  Apple TV + 

Alguns profissionais que participaram da criação de Ted Lasso também apostaram na elaboração de uma nova comédia dramática, agora estrelada por Jason Segel (o Marshall de How I Met Your Mother). Falando a Real conta a história de um terapeuta que acabou de passar por um trauma (sua mulher morreu recentemente) e está com problemas para se recompor. Ao mesmo tempo, ele busca usar um método de "extrema honestidade" com seus pacientes, o que faz seus colegas ficarem chocados.

Engraçada e tocante na mesma medida, Falando a Real traz um bom divertimento para vários tipos de públicos. Para completar, ela tem ninguém menos que Harrison Ford entre os atores coadjuvantes.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.