(Fonte da imagem: Reprodução/TheVerge)

Na década de 1990, um produto que prometia revolucionar a maneira como as pessoas navegavam pela internet foi lançado, a WebTV. Como você já deve ter imaginado, isso aconteceu bem antes da era de televisões inteligentes, inaugurando a união das funções de um computador com o ambiente gráfico da TV.

Tudo começou quando o criador dessa ferramenta, Steve Perlman, precisava de um monitor para o computador que ele utilizava na época. No lugar de comprar um, ele decidiu “hackear” a sua televisão e criar uma maneira nova de utilizar a sua máquina. Com isso, um novo produto foi lançado, mexendo com a imaginação de muita gente.

E aí veio a Microsoft...

Assim que o kit da WebTV foi lançado (o que incluía o aparelho em si, um teclado e controle remoto), um sucesso começou a surgir, já que você podia consultar emails, notícias e outros tipos de páginas sem precisar de um computador robusto. Com isso, a Microsoft se interessou pelo produto e acabou realizando a compra em 1997.

Dessa maneira, a companhia integrou a WebTV ao Windows e começou a rivalizar com serviços parecidos ofertados pela UOL. Depois de um tempo, o produto passou a ser chamado de MSN TV e atraiu uma quantidade enorme de dinheiro e de adeptos, abrindo caminho para as televisões inteligentes e outras novidades atuais, como o Boxee ou o TiVo.

Diga o seu adeus

Apesar do sucesso que a MSN TV chegou a ter, a Microsoft tem concentrado os seus esforços em todos os recursos oferecidos pelo Xbox — que, entre outras coisas, também pode ser integrado à sua televisão para que você assista a alguns programas. Por conta disso, o novo console ganhou a definição de “tudo em um”.

Devido a isso, a companhia vai encerrar as atividades da MSN TV no dia 30 de setembro deste ano. Para avisar o pessoal que ainda utiliza o produto, um email foi mandado para todas as pessoas com cadastros ativos, dando alternativas para que elas salvem os seus arquivos em outros serviços, como o SkyDrive, por exemplo.

Cupons de desconto TecMundo: